Um novo gênero cinematográfico: o documentário catástrofe

  • Ieda Tucherman Universidade Federal do Rio de Janeiro
  • Cecília C.B. Cavalcanti Universidade Federal do Rio de Janeiro
Palavras-chave: Documentário, catastrofismo, estética científica

Resumo

Este artigo busca cartografar uma idéia do que chamamos de documentário-catástrofe, como um novo gênero cinematográfico. Nosso foco de interesse são dois filmes de tema semelhante e natureza diferente: o premiado Uma verdade inconveniente, protagonizado pelo ex-vicepresidente dos Estados Unidos, Al Gore, e o documentário da BBC, Estamos mudando nosso planeta? realizado pelo jornalista David Attenborough. Nestes documentários o mundo é o personagem principal, com um conjunto retórico e estético capaz de convencer e fascinar os espectadores, num jogo de construção de imagens de destruição que atinge no coração visual nosso afeto por este planeta e esta vida, antes tão fotogênicos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ieda Tucherman, Universidade Federal do Rio de Janeiro
Professora da Escola de Comunicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro
Cecília C.B. Cavalcanti, Universidade Federal do Rio de Janeiro
Universidade Federal do Rio de Janeiro

Referências

ARENDT, H., A condição humana, Rio de Janeiro, Forense, 2001.

DUPUY, J.P., A catástrofe, o império da técnica e o desaparecimento da natureza: a tentação de apagar a política com a técnica. In: NOVAES, Adauto (org.). O esquecimento da política. Rio de Janeiro: Agir, 2007.

EGRI, C.P.; PINFIELD, L.T. As organizações e a biosfera: ecologia e meio ambiente. In: CLEGG et al. Handbook de estudos organizacionais. São Paulo: Atlas, 1998.

IPCC. Fourth Assessment. Report, 2007

LATOUR, B, SCHWARTZ,C E CHARVOLIN F, Crise dos meios ambientes: desafios às ciências humanas, In: ARAÚJO, Hermetes Reis de. (Org.). Tecnociência e Cultura, Ensaio sobre o tempo presente. São Paulo: Estação Liberdade, 1998.

LENOBLE, R. História da idéia de natureza. Citado por: DULLEY, R. Noção de Natureza, Ambiente, Meio Ambiente, Recursos Ambientais e Recursos Naturais, Agric. São Paulo, v. 51, n. 2, p. 15-26. 2004.

MOSCOVICI, S. Natureza, para pensar a ecologia. Rio de Janeiro: Mauad X: Instituto Gaia, 2007.

NICHOLS, B. Introdução ao Documentário. Campinas, Papirus, 2005.

SERRES, M. Atlas. Lisboa, Instituto Piaget, 1997.

SINGER, B. Modernidade, hiperestímulo e o início do sensacionalismo popular. In: CHARNEY, Leo; SCHWARTZ, Vanessa R. (orgs.). O cinema e a invenção da vida moderna. Ed. 2. São Paulo: Cosac &Naify, 2004.

Publicado
2008-09-13
Como Citar
Tucherman, I., & Cavalcanti, C. C. (2008). Um novo gênero cinematográfico: o documentário catástrofe. Revista FAMECOS, 15(35), 37-43. https://doi.org/10.15448/1980-3729.2008.35.4091
Seção
Espetáculo Midiático