A pioneira se despede

O último mês da TV Tupi, segundo o Serviço Nacional de Informações (SNI)

Palavras-chave: Radiodifusão, TV Tupi, Renovação de outorgas

Resumo

Em 17 de julho 1980, o governo federal decretou o fim da TV Tupi, ao não renovar sete de suas nove outorgas. No ano seguinte, viabilizou a criação de duas novas redes de televisão, SBT e Manchete, que, com as frequências antes usadas pela TV Tupi, vieram, na prática, a substitui-la. O objetivo deste artigo é resgatar o último mês da rede pioneira da televisão brasileira, com base em documentos do governo federal e, mais especificamente, produzidos por unidades vinculadas ao seu Serviço Nacional de Informações (SNI). Mesmo públicos, esses documentos não são de conhecimento, nem de uso comum. Assim, este artigo contribui para a reanálise de um caso central para a radiodifusão brasileira na década de 1980, bem como para a preservação da memória da TV Tupi e da administração pública.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Octavio Penna Pieranti, Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (Unesp), Bauru, SP, Brasil.

Doutor em Administração pela Fundação Getúlio Vargas (FGV); professor no Programa de Pós-Graduação em Mídia e Tecnologia da Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação da Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (Unesp), em Bauru, SP, Brasil.

Referências

ALVES, Vida. TV Tupi: uma Linda História de Amor. São Paulo: Imprensa Oficial, 2008.

BRANDÃO, Cristina; LINS, Flávio; MAIA, Aline. Itacolomi – uma TV para Minas Gerais. Revista Famecos, Porto Alegre, v. 18, n. 3, p. 877-893, 2011.

BRASIL. MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÕES. Informação nº 364/DSI/MC. Brasília, DF: Ministério das Comunicações, 26 jun. 1980a.

BRASIL. MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÕES. Informação nº 398/DSI/MC. Brasília, DF: Ministério das Comunicações, 9 jul. 1980b.

BRASIL. MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÕES. Informação nº 173/81/DSI/MC. Brasília, DF: Ministério das Comunicações, 31 mar. 1981.

BRASIL. SERVIÇO NACIONAL DE INFORMAÇÕES. Informação nº 168/19/AC/80. Brasília, DF: Serviço Nacional de Informações, 17 jun. 1980c.

BRASIL. SERVIÇO NACIONAL DE INFORMAÇÕES. Informação nº 81/119/ASP/80. 5 ago. 1980d.

CALMON, João. A crise na TV Brasileira. TV Tupi, 8 jun. 1980.

CALMON renuncia à presidência dos Associados. Folha de S.Paulo, São Paulo, 22 jul. 1980.

CALMON, João. Minhas Bandeiras de Luta. Brasília, DF: Fundação Assis Chateaubriand, 1999.

CARNEIRO, Glauco. Brasil, Primeiro – História dos Diários Associados. Brasília, DF: Fundação Assis Chateaubriand, 1999.

CONDOMÍNIO apoia ação do governo e Calmon. Correio Braziliense, Brasília, DF, 24 jun. 1980.

DOSSE, François. A História em Migalhas: dos Annales à Nova História. Campina: Ed. Unicamp, 1994.

FERNANDES, Livia; COUTINHO, Iluska; MATA, Jhonatan. TV Mariano Procópio nas páginas dos Diários Associados: contextos históricos, disputas políticas e narrativas identitárias. Revista Famecos, Porto Alegre, v. 18, n. 1, p. 180-197, 2011.

FRANCFORT, Elmo; VIEL, Maurício. TV Tupi: Do Tamanho do Brasil. Brasília, DF: Abert, 2020.

FURTADO, Rômulo Villar. Rômulo Furtado em depoimento a Vera Dantas. Rio de Janeiro: Ed. Rio, 2004.

GOVERNO promete afastar atual diretoria da Tupi. Folha de S.Paulo, São Paulo, 21 jun. 1980. Economia p. 15.

HERZ, Daniel. A história secreta da Rede Globo. Porto Alegre: Dom Quixote Ed., 2009.

JACOBS, Keith. Historical Perspectives and Methodologies: Their Relevance for Housing Studies? Housing, Theory and Society, Oxfordshire, n. 18, p. 127-135, 2001.

MESQUITA, Humberto. Tupi: A Greve da Fome. Rio de Janeiro: Cortez Editora, 1982.

MORAIS, Fernando. Chatô, o Rei do Brasil. São Paulo: Companhia das Letras, 1994.

PIERANTI, Octavio Penna. Memória das Comunicações no Brasil: entrevistas. Brasília, DF: Universidade de Brasília, Faculdade de Comunicação, 2019. Disponível em: https://faclivros.files.wordpress.com/2019/03/livro_memoria-1.pdf. Acesso em: 24 nov. 2020.

SILVA, Patricia Alves do Rego. TV Tupi, a pioneira na América do Sul. Rio de Janeiro: Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, 2004.

TELEVISÃO do Brasil vai muito bem. Rede Tupi é que está mal. O Globo, Rio de Janeiro, 11 jun. 1980.

TUCHMAN, Gaye. Historical Social Science: Methodologies, Methods, and Meanings. In: DENZIN, Norman K.; LINCOLN, Yvonna S. (org.). Handbook of Qualitative Research. Londres, UK: SAGE Publications, 1994.

Publicado
2021-11-05
Como Citar
Pieranti, O. P. (2021). A pioneira se despede: O último mês da TV Tupi, segundo o Serviço Nacional de Informações (SNI). Revista FAMECOS, 28(1), e40498. https://doi.org/10.15448/1980-3729.2021.1.40498