A vida em série

Telas, corpo e cotidiano

Palavras-chave: Imaginário, Telas, Cotidiano, Corpo

Resumo

As séries de televisão tornaram-se agora um aspecto central de nossa vida cotidiana, tanto no meio pelo qual se espalham quanto nas mensagens que expressam. A sociologia da comunicação, imaginação e vida cotidiana sugere que a experiência serial é a maneira preferida pela qual a cultura contemporânea afirma e toma forma. A pesquisa aqui apresentada constitui uma análise etnográfica do consumo em série que visa identificar os vínculos entre essa prática e a vida cotidiana.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Vincenzo Susca, Universidade Paul-Valéry, Montpellier, França.

Doutor em Sociologia pela Universidade Paris Descartes – Sorbonne. Professor de Sociologia do Imaginário na Université Paul-Valéry, em Montpellier, França.

Referências

A escuta (The Wire). Série: Criação: David Simon. Produção: David Simon e Karen L. Torson. Emissora original: HBO, 2002-2008.

Barthes, Roland. Sur la littérature. Grenoble: Presses Universitaires de Grenoble, 1980.

Bataille, Georges. La part maudite. Précédé par la notion de dépense. Paris: Les éditions de Minuit, 2003.

Baudrillard, Jean. La société de consommation. Paris: Gallimard, 1970.

Baudrillard, Jean. L’obscène. Mots de passe. Paris: Fayard, 2000.

Benjamin, Walter. L’OEuvre d’art à l’époque de sa reproductibilité technique. In: Benjamin, Walter. OEuvres III. Paris: Gallimard, 2000.

Blanchot, Maurice. L’entretien infini. Paris: Gallimard, 1969.

Californication. Série: Criação: Tom Kapinos. Produção: David Duchovny, Tom Kapinos e Stephe Hopkins. Emissora original: Showtime, 2007-2014.

CSI. Série: Criação: Anthony E. Zuiker. Produção: Anthony E. Zuiker. Emissora original: CBS, 2000-2015.

Desperate Housewives. Série: Criação: Marc Cherry. Produção: Charles Skouras III, Stephanie Hagen, Alexandra Cunningham, Jamie Goremberg, Kevin Etten, Tracey Stern. Patty Lin, Annie Weisman. Emissora original: ABC, 2004-2012.

Dexter. Série: Criação: James Manos Jr. Produção: Daniel Cerone, Sara Colleton, Charles H. Eglee, JohnGoldwyn, Michael C. Hall, Chip Johannessen, Clyde Phillips. Emissora original: Showtime, 2006-2013.

Duvignaud, Jean. Fêtes et civilisations. Paris: Scarabée & Companhia, 1984.

Estética (Nio/Tuck). Série: Criação: Ryan Murphy. Produção: Ryan Marphy, Brad Falchuk. Emissora original: FX, 2003-2010.

House. Série: Criação: David Shore. Produção: Paul Attanasio. Emissora original: FOX, 2004-2012.

Innocenti, Veronica; Pescatore, Guglielmo. Le nuove forme della serialità televisiva. Storia, linguaggio e temi. Bologne: Archetipolibri, 2008.

Jenkins, Henry. Convergence culture. New York: New York Press, 2007.

La Rocca, Fabio; Malagamba, Andrea; Susca, Vincenzo (org.). Eroi del quotidiano. Figure della serialità televisiva. Milão: Bevivino, 2010.

LES CAHIERS EUROPEENS DE L’IMAGINAIRE. Technomagie. Paris: CNRS éditions, 2011. v. 3

MARX, Karl. Grundrisse. Paris: Éditions Sociales, 1980.

McLuhan, Marshall. The Gutenberg Galaxy. The Making of Typographic Man. Toronto: University of Toronto Press, 1966.

Morin, Edgar. Les stars. Paris: Ed. du Seuil, 1957.

SOCIETES. L’imaginaire des séries TV - n. 128. Bruxelles: De Boeck, 2015. v. 1.

The Big C. Série: Criação: Darlene Hunt. Produção: Darlene Hunt, Laura Linney, Jenny Bicks, Neal Moritz, Vivian Cannon. Emissora original: Showtime, 2010-2013.

Publicado
2021-03-09
Como Citar
Susca, V. (2021). A vida em série: Telas, corpo e cotidiano. Revista FAMECOS, 28(1), e37445. https://doi.org/10.15448/1980-3729.2021.1.37445