O “apelo direto” está alterando o formato de comunicação dos partidos políticos: as redes sociais ganham espaço e reduzem as estruturas tradicionais de mediação

Palavras-chave: Paolo Mancini. Comunicação política. Transparência na informação

Resumo

Realizada em seu gabinete na Universidade de Perugia, Itália, a entrevista com Paolo Mancini é um importante documento que nos instiga a pensar sobre um novo modelo de comunicação baseado na relação direta entre fonte e usuário, entre o político e o eleitor, um reflexo claro dos processos de transparência da informação. Mancini reforça que esta nova tendência de comunicação se aplica aos partidos políticos alterando algumas práticas tradicionais dentro das sociedades democráticas. Ao interagir diretamente com o eleitor, o político abre uma nova via comunicativa, um novo canal sem a intermediação tradicional. Mancini classifica este fenômeno como “apelo direto”, um estilo populista que permite ao político adaptar-se às ideias, linguagem e valores já compartilhados pelo cidadão. Para Mancini as administrações públicas são  compelidas a publicar os dados, não apenas para cumprir a lei, mas porque indivíduos têm a possibilidade de acessar e fazer circular a informação através da rede.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fernando Biffignandi, Departamento Municipal de Habitação da Prefeitura de Porto Alegre, Porto Alegre (RS)

Arquiteto e Urbanista graduado pelo Centro Universitário Uniritter (1987) Mestre em Comunicação Social pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (2013), Doutor em Comunicação Social pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (2018), atualmente cursando o Pós-Doutorado na Universidade de Coimbra em Portugal. Linha de pesquisa voltada à Comunicação Pública focada nos seguintes temas: Comunicação dirigida à habitação de interesse social, comunicação social, Folkcomunicação, Educomunicação e metodologia de projeto. Atualmente trabalha como Arquiteto e Urbanista no Departamento Municipal de Habitação da Prefeitura de Porto Alegre.

Referências

MANCINI, Paolo. Il post partito. La fine delle grandi narrazioni. Bolonha: Il Mulino Editore, 2015.

MANCINI, Paolo. Perché comunicazione pubblica? Le ragioni sociali di uno sviluppo impetuoso. Quaderni di Sociologia, Torino, n. 30, 2002. Disponível em: http://journals.openedition.org/qds/1232. Acesso em: 15. jun. 2012. https://doi.org/10.4000/qds.1232

MANCINI, Paolo; HALL IN, Daniel. Modelli di giornalismo: mass media e politica nelle democrazie occidentali. Roma-Bari: Laterza, 2004.

Publicado
2019-12-18
Como Citar
Biffignandi, F. (2019). O “apelo direto” está alterando o formato de comunicação dos partidos políticos: as redes sociais ganham espaço e reduzem as estruturas tradicionais de mediação. Revista FAMECOS, 26(2), e33942. https://doi.org/10.15448/1980-3729.2019.2.33942
Seção
Pensamento Midiático Comunicacional