Tv Globo portugal: a “embaixada” brasileira

Palavras-chave: TV Globo Portugal. Televisão. Grupo Globo.

Resumo

No cenário midiático brasileiro, o Grupo Globo possui liderança com empresas de comunicação como imprensa escrita e digital, rádio, televisão, editora de livros, gravadora musical etc. Porém, o grupo de comunicação não limitou a sua atuação apenas no mercado nacional brasileiro. O seu processo de internacionalização inicia-se oficialmente em 1999 com a TV Globo Internacional. Este estudo discute e descreve o percurso histórico de internacionalização da empresa televisiva TV Globo, em especial, em Portugal. Com o objetivo de compreender como ocorreu tal percurso, começamos por mapear as atividades da empresa (programação e distribuição) a partir de seus meios de comunicação oficiais e realizamos entrevistas, pesquisa bibliográfica e documental no período fim 2016 e início de 2017. Previamente, podemos apontar que a expansão do Grupo Globo tem se configurado como forma de empreendimento, buscando atingir padrões alcançados no Brasil em outros países, mas também pressionados pela concorrência no campo das novas mídias e tecnologia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Érica de Oliveira Lima, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza (CE).

Professora associada do curso de Jornalismo e do Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Universidade Federal do Ceará (PPGCOM-UFC). Pós-Doutorado em Comunicação pela University of Texas e Doutorado em Comunicação Social pela Universidade Metodista de São Paulo (UMESP).

Élmano Ricarte Azevedo Sousa, Universidade Católica Portuguesa, Lisboa (LX).

Doutorando em Ciências da Comunicação pela Universidade Católica Portuguesa − UCP e Mestre em Comunicação no Programa de Pós-Graduação Estudos da Mídia (PPgEM−UFRN).

Referências

BOLAÑO, César; BRITTOS, Valério (org.). Rede Globo: 40 anos de poder e hegemonia. São Paulo: Paulus, 2005.

BOLAÑO, César; MELO, Paulo Victor. Luz, câmera, concentração: 50 anos da Rede Globo e a hegemonia no Mercado Brasileiro de Televisão. XXXVIII CONGRESSO BRASILEIRO DE CIÊNCIAS DA COMUNICAÇÃO. Anais... Intercom – Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação, Rio de Janeiro, 2015. https://doi.org/10.15603/2175-7755/cs.v29n49p229-233

CASTRO, Daniel. Expansão − Globo se prepara para lançar canais no mercado hispânico. Mercado, Notícia da TV. Disponível em: http://noticiasdatv.uol.com.br/noticia/mercado/globo-se-prepara-para-lancar-canais-pagos-no-mercado-hispanico-4100. Acesso em: 22 nov. 2016. https://doi.org/10.17771/pucrio.acad.8216

CUNHA, Isabel Ferin. A revolução da Gabriela: o ano de 1977 em Portugal. In: Biblioteca Online de Ciências da Comunicação – BOCC. Laboratório de Ciências da Comunicação da Universidade da Beira do Interior, Covilhã, 2003. Disponível em: http://bocc.ubi.pt/pag/cunha-isabel-ferin-revolucao-gabriela.html. Acesso em: 10 maio 2017. https://doi.org/10.1590/s0104-83332003000200004

DOCUMENTO ASSESSORIA. TV Globo Portugal. Material impresso do arquivo da Assessoria de Imprensa. Lisboa, 2011.

FLUSSER, Vilém. Filosofia da caixa preta: Ensaios para uma futura filosofia da fotografia. São Paulo: Hucitec, 1985.

GLOBO Internacional. Disponível em: http://globointernacional.globo.com/GloboPortugal/Paginas/home.aspx. Acesso em: 10 nov. 2016.

GRUPO GLOBO. Disponível em: http://grupoglobo.globo.com/index.php. Acesso em: 15 nov. 2018.

HERZ, Daniel. A história secreta da Rede Globo. Porto Alegre: Tchê Editora, 1987.

O GLOBO. Disponível em: https://oglobo.globo.com/economia/organizacoes-globo--adotam-nova-marca-grupo-globo-13739502. Acesso em: 22 nov. 2016. https://doi.org/10.4324/9781315682334-21

PEREIRA, Ricardo. TV Globo Portugal [24 maio 2018]. Entrevista concedida a Elmano Ricarte Azevedo Sousa. Lisboa, 2018.

TV GLOBO. Disponível em: http://redeglobo.globo.com/. Acesso em: 10 maio 2017.

Publicado
2019-12-17
Como Citar
Lima, M. Érica de O., & Sousa, Élmano R. A. (2019). Tv Globo portugal: a “embaixada” brasileira. Revista FAMECOS, 26(2), e31124. https://doi.org/10.15448/1980-3729.2019.2.31124
Seção
Mídia e Cultura