Globalização e Desglobalização: Outro Dilema da Pós-Modernidade

  • Patricio Dugnani Universidade Presbiteriana Mackenzie
Palavras-chave: Comunicação, Globalização, Desglobalização

Resumo

Esse artigo investigará o movimento paradoxal e desglobalizante de protecionismo, de neonacionalismo, e de fechamento de fronteiras da política das nações, em relação ao movimento contrário dos meios de comunicação digitais, internet, que tendem a pressionar as populações para ampliação dos contatos, cada vez mais globalizantes, dada ao alto potencial de alcance e extensão da percepção que esses meios são capazes de produzir nas relações humanas. Com isso pretende-se analisar e compreender esse impasse que amplia as incertezas na sociedade, além de revelar a influência dos meios digitais no processo de globalização, e sua influência na constituição do sujeito pós-moderno. Compreender as tensões causadas pelo dilema entre intenções políticas nacionalistas e o movimento dos meios de comunicação globalizantes trará mais um componente, que revelará motivações para o aumento dos discursos nacionalistas, da xenofobia, e da intolerância quanto outras culturas, ideias, crenças. A pesquisa é teórica e exploratória, onde foi feito um levantamento bibliográfico e a observação dos fenômenos. Como se trata de uma pesquisa teórica, espera-se como resultado a produção de um texto que possa fornecer subsídios para compreensão de um fenômeno dos nossos dias, bem como a produção de um material que possa dar acesso às teorias da comunicação e da organização política à outros pesquisadores.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Patricio Dugnani, Universidade Presbiteriana Mackenzie
Doutor em Comunicação e Semiótica PUC/SP, Mestre em Comunicação e Semiótica PUC/SP e Bacharel em Artes Plásticas pela Unesp. Professor nas áreas de Comunicação e Artes da Universidade Presbiteriana Mackenzie. Professor de Artes do Colégio Giordano Bruno. Pesquisador do Grupo de pesquisa Observatório da Imagem e pesquisador no grupo de pesquisa (CNPQ) Linguagem, sociedade e identidade: estudos sobre a mídia, da Universidade Presbiteriana Mackenzie. Autor e Ilustrador com os seguintes livros publicados: A Herança Simbólica na Azulejaria Barroca (2012). O Livro dos Labirintos (2004). Ovelhas e Lobos (2002), Beleléu (2003/ PNLD 2004), O Seu Lugar (2005/ PNLD 2006), Um Mundo Melhor (2006), Beleléu e os Números (2009), Beleléu e as Cores (2010), Beleléu e as Formas (2011), Beleléu e as Palavras (2014).

Referências

AUGÉ, Marc. Não Lugares: introdução a uma antropologia da supermodernidade. São Paulo: Papirus, 2004.

BARTHES, Roland. O Rumor da Língua. São Paulo: Martins Fontes, 2004.

BAUMAN, Zygmunt. Vida para Consumo. Rio de Janeiro: Zahar, 2008.

BAUMAN, Zygmunt; MAURO, Ezio. Babel: Entre a Incerteza e a Esperança. Rio de Janeiro: Zahar, 2016.

NETTO, José Teixeira Coelho. Semiótica, Informação e Comunicação. São Paulo: Perspectiva, 1990.

CRUZ, Daniel Nery da. Lypovetsky x Bauman. Revista Conhecimento Prático Filosofia. São Paulo: Escala, Ano 7, ed. 46, p. 18-35, dez. 2013.

HALL, Stuart. A Identidade Cultural na Pós-Modernidade. Rio de Janeiro: DP&A, 2004.

HUTCHEON, Linda. A Poética do Pós-modernismo. Rio de Janeiro: Imago, 1991.

LYOTARD, Jean-François. A Condição Pós-Moderna. Rio de Janeiro: José Olympio, 2000.

LIPOVETSKY. Gilles. Os tempos Hipermodernos. São Paulo: Barcarolla, 2004.

MCLUHAN, Marshall. Os Meios de Comunicação como Extensões do Homem. São Paulo: Cultrix, 1996.

ORTIZ, Renato. Mundialização e Cultura. São Paulo: Brasiliense, 2000.

SANTOS, Milton. Por uma outra Globalização: do pensamento único à consciência universal. Rio de Janeiro: Record, 2007.

Publicado
2018-04-07
Como Citar
Dugnani, P. (2018). Globalização e Desglobalização: Outro Dilema da Pós-Modernidade. Revista FAMECOS, 25(2), ID27918. https://doi.org/10.15448/1980-3729.2018.2.27918
Seção
Comunicação Política