O drama da comunicação pública no Paraná: o caso da RTVE-PR

Palavras-chave: RTVE, TV pública, Paraná

Resumo

Apresentamos um estudo do caso da RTVE-PR no qual levantamos dados quantitativos sobre a programação da emissora educativa. Verificamos uma redução da capacidade produtiva da emissora e aumento da reprodução de conteúdos de outras emissoras, como é o caso da TV Cultura que ocupa 29% da grade de programação da RTVE.Também observamos aspectos qualitativos da programação, nos atendo não às questões técnicas, mas ao conteúdo, onde identificamos o descumprimento do princípio básico do jornalismo de independência editorial nos programas noticiosos, marcada pela ausência de pluralidade de opiniões e pelo reforço às fontes de informação oficiais, sendo o próprio governador um dos mais requisitados. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Guilherme Carvalho, Universidade Federal do Paraná

Doutor pela Unesp (2012) e mestre em Sociologia pela Universidade Federal do Paraná (2008). Possui pós-graduação (lato sensu) em Comunicação, Cultura e Arte pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (2013) e graduação em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (2001). Tem experiência na área de Comunicação, com ênfase em Jornalismo Sindical e na área de Assessoria de Imprensa. Atualmente é professor de jornalismo do Centro Universitário Uninter e da Universidade Federal do Paraná. É autor de diversos artigos e dos livros A representação da CUT nos governos Lula (2003-2010) e Vozes da consciência. 

Referências

ANTUNES, R. Os sentidos do trabalho: ensaio sobre a afirmação e a negação do trabalho. 8. ed. reimp. São Paulo: Boitempo, 2006.

BUCCI, Eugênio. A razão de ser das emissoras públicas na democracia. Disponível em: http://interessenacional.uol.com.br/index.php/edicoes-revista/a-razao-de-ser-das-emissoras-publicas-na-democracia/ Acesso em: 10 jul. 2015.

CARTA, Mino. A TV Cultura não é pública. Ela é tucana. Disponível em:

http://www.conversaafiada.com.br/pig/2012/03/16/mino-tv-cultura-nao-e-publica-e-tucana/ Acesso em: 30 mar. 2012.

COUTINHO, Iluska (org.) A informação na TV pública. Florianópolis: Insular, 2015.

DECRETO-Lei 236. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Decreto-Lei/Del0236.htm Acesso em: 13 jul. 2015.

GAZETA do Povo. Transmissão da "Escolinha do Requião" é suspensa http://www.gazetadopovo.com.br/vida-e-cidadania/transmissao-da-escolinha-do-requiao-e-suspensa-a3689emb5q9gk7bib21jtz32m Acesso em: 10 jul. 2015.

LOA. Lei de Orçamentária Anual do Paraná. Curitiba: Alep, 2010.

LOA. Lei de Orçamentária Anual do Paraná. Curitiba: Alep, 2012.

MELO, José Marques (org.). Comunicação na América Latina: desenvolvimento e crise. Campinas: Papirus, 1989.

MESSAGI, Mário. E-Paraná Comunicação: pior que OS´s e com demissões em massa. Disponível em: http://sindijorpr.org.br/artigos-interna/5/artigos/4872/e-parana-comunicacao--pior-que-os%C2%B4s-e-com-demissoes-em-massa Acesso em: 16 out. 2013.

MPF. Roberto Requião é condenado pela Justiça Federal em ação do MPF. Disponível em: http://www.prpr.mpf.mp.br/news/roberto-requiao-e-condenado-pela-justica-federal-em-acao-do-mpf. Acesso em: 15 jul. 2015.

ORTIZ, Renato. A moderna tradição brasileira. São Paulo: Brasiliense, 1994.

Site E-Paraná. Programação. Disponível em: http://www.e-parana.pr.gov.br/modules/programacao/programacao.php?veiculo=0 Acesso em: 3-20 jul. 2015.

SILVA, Carlos Eduardo Lins. Muito além do jardim botânico: um estudo sobre a audiência do jornal Nacional entre trabalhadores. São Paulo: Summus, 1985.

VALENTE, Jonas. Concepções e abordagens conceituais sobre sistema público de comunicação. In: Sistemas públicos de comunicação no mundo: experiências de doze países e o caso brasileiro. São Paulo: Paulus, Intervozes, 2009.

Publicado
2015-11-10
Como Citar
Carvalho, G. (2015). O drama da comunicação pública no Paraná: o caso da RTVE-PR. Revista FAMECOS, 23(1), ID22092. https://doi.org/10.15448/1980-3729.2016.1.22092
Seção
Televisão