Jornalismo e convergência: possibilidades transmidiáticas no jornalismo pós-massivo

  • Olga Tavares Universidade Federal da Paraíba
  • Alan Mascarenhas Universidade Federal da Paraíba
Palavras-chave: Narrativa Transmidiática, Jornalismo Colaborativo, Cibercultura

Resumo

O jornalismo vive uma reconfiguração através de funções massivas e pós-massivas da mídia que convergem quando diferentes plataformas trabalham em sinergia. Nesta era da internet, novos contadores de histórias dividem espaço com jornalistas, tanto quanto surgem novos formatos narrativos. Tendo as narrativas transmidiáticas como exemplo desses novos processos narrativos, refletimos como esse gênero pode irromper dentro dos paradigmas do jornalismo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Olga Tavares, Universidade Federal da Paraíba
Doutora em Comunicação e Semiótica pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - PUC-SP. Professora-associada do Complexo Comunicação, Turismo e Artes (CCTA) e do Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Culturas Midiáticas da Universidade Federal da Paraíba (PPGC/UFPB)
Alan Mascarenhas, Universidade Federal da Paraíba
Mestrando do Programas de Pós-Graduação em Comunicação e Culturas Midiáticas da Universidade Federal da Paraíba. Pesquisador de Cibercultura; Entretenimento; Narrativas Transmidiáticas.

Referências

ARBEX JÚNIOR, José. Showrnalismo. São Paulo: Casa Amarela, 2002.

ARISTÓTELES. Arte retórica e arte poética. Coleção Universidade de Bolso. Rio de Janeiro: Ediouro, s/d.

BAUDRILLARD, Jean. Tela total. 2. ed. Porto Alegre: Sulina, 1999.

BELTRÃO, Filipe Barros. Produção e edição colaborativa na internet: o caso Overmundo. Disponível em: http://www.univerciencia.org/index.php/browse/index/146. Acesso em: 10 out. 2011.

BULHOES, Marcelo. A ficção nas mídias. São Paulo: Ática, 2009.

CARVALHO, Gyldaianna Alves de. Conflitos do Egito: uma análise sobre o jornalismo na web em tempos de Twitter. Monografia (Graduação em Comunicação Social) - Departamento de Comunicação, UFPB, João Pessoa, 2011.

CHRISTOFOLETTI, Rogério; LAUX, Ana Paula F. Confiabilidade, credibilidade e reputação: No jornalismo e na blogosfera. Disponível em: http://www.portcom.intercom.org.br/ojs2.3.1/index.php/revistaintercom/article/view/194/187. Acesso em: 10 fev. 2011.

CUNHA, Magda. Fatos rompem a moldura dos meios e valorizam o papel do jornalista. Disponível em: http://www.unirevista.unisinos.br/_pdf/UNIrev_Cunha.pdf.

DINES, Alberto. O papel do jornal. 7. ed. São Paulo: Summus, 1986.

ELGAN, Mike. Por que o Egito falhou na tentativa de derrubar a internet. Computerworld/EUA. Disponível em: http://bit.ly/hili1d. Acesso em: 18 fev. 2011.

ERBOLATO, Mario. Técnicas de decodificação em jornalismo. Petrópolis: Vozes, 1979.

HERÓDOTO. História. Coleção Universidade de Bolso. Rio de Janeiro: Ediouro, s/d.

JENKINS, Henry. Cultura da convergência. São Paulo: Aleph, 2008.

KUCINSKI, Bernardo. Jornalismo na era virtual. São Paulo: Perseu Abramo/UNESP, 2005.

LAGE, Nilson. Linguagem jornalística. 3. ed. São Paulo: Ática, 1990.

LEITE, Ligia Chiappini M. O foco narrativo. 4. ed. São Paulo: Ática, 1989.

LEMOS, André. Cidade e Mobilidade. Telefones Celulares, funções pós-massivas e territórios informacionais. Matrizes, São Paulo, v. 1, n. 1, 2007, p. 121-137. Disponível em http://www.facom.ufba.br/ciberpesquisa/andrelemos/Media1AndreLemos.pdf. Acesso em: 6 ago. 2010.

MURRAY, Janet. Hamlet no Holodeck. São Paulo: Itaú Cultural/UNESP, 2003.

NOBLAT, Ricardo. A arte de fazer um jornal diário. São Paulo: Contexto, 2002.

PERNISA JUNIOR, Carlos. Jornalismo transmidiático ou multimídia? Revista Interim, Curitiba, v. 10, n. 2, jul./dez. 2010.

RECUERO, Raquel. Desafios para o Jornalismo na Era da Hiperconexão. 2011. Disponível em: http://www.pontomidia.com.br/raquel/arquivos/desafios_para_o_jornalismo_na_era_da_hiperconexao.html. Acesso em: 10 out 2011.

RUBLESCKI, Annelise. Jornalismo pós-moderno: uma discussão dos valores míticos na sociedade hiperespetacular. 2009. Disponível em: www.bocc.ubi.pt. Acesso em: 8 set. 2010.

SHIRKY, Clay. A cultura da participação. Rio de Janeiro: Zahar, 2011.

SOSTER, Demétrio de Azeredo. Credibilidade jornalística, conceito em transição. Brasília, 2006. Disponível em: http://www.intercom.org.br/papers/nacionais/2006/resumos/R1400-1.pdf. Acesso em: 10 out. 2011.

Publicado
2013-05-23
Como Citar
Tavares, O., & Mascarenhas, A. (2013). Jornalismo e convergência: possibilidades transmidiáticas no jornalismo pós-massivo. Revista FAMECOS, 20(1), 193-210. https://doi.org/10.15448/1980-3729.2013.1.11393
Seção
Jornalismo