Imigração na literatura

Escritores portugueses e a vida no Brasil

Palavras-chave: Imigração, Portugueses no Brasil, Literatura Portuguesa, Diáspora, Imaginário.

Resumo

A imigração portuguesa no Brasil foi retratada por autores dos dois países, mas essas representações têm sido pouco estudadas. Neste artigo, aproximações e distanciamentos no imaginário dessa migração são discutidas a partir de livros de três portugueses que viveram em solo brasileiro nos séculos XIX e XX. Cinco imagens da migração – como escravatura, sorte, maturação, desilusão e alma dividida – são vistas e analisadas na prosa de ficção e não ficção de Gomes de Amorim, Ferreira de Castro e Miguel Torga. Tal imaginário é contrastado com o de autores que não imigraram, como Camilo Castelo Branco, Ramalho Ortigão e Eça de Queirós, e com concepções de Eduardo Lourenço e Vitorino Nemésio, que viveram certo período no Brasil e escreveram sobre a presença portuguesa no país.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mario Luis Grangeia, Fundação Biblioteca Nacional (FBN), Rio de Janeiro, RJ

Doutor em Sociologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), no Rio de Janeiro, RJ; pesquisador visitante na Fundação Biblioteca Nacional (FBN, 2017-18); pesquisador na Escola Superior do Ministério Público da União (ESMPU), no Rio de Janeiro, RJ, Brasil.

Referências

ALVES, Alice. Ramalho Ortigão e o culto dos monumentos nacionais no século XIX. 2009. 586f. Tese (Doutorado em História) – Universidade de Lisboa, Lisboa, 2009.

AMADO, Jorge. Um clássico de nosso tempo. In: CASTRO, Ferreira de. A selva. São Paulo: Verbo, 1972. p. 17-20.

AMORIM, Francisco Gomes de. Ódio de raça. Lisboa: Typographia Universal, 1869.

AMORIM, Francisco Gomes de. Aleijões sociais (e O casamento e a mortalha no ceo se talha). Lisboa: Typographia Universal, 1870.

AMORIM, Francisco Gomes de. Cantos matutinos. 3. ed. Porto: Livraria Internacional, 1874.

AMORIM, Francisco Gomes de. As duas fiandeiras: romance de costumes populares. Lisboa: Empreza Horas Romanticas, 1881.

CARVALHO, Costa. O Brasil na vida e na obra de Francisco Gomes de Amorim. 1998. 152f. Dissertação (Mestrado em Estudos Portugueses e Brasileiros) – Universidade do Porto, Porto, 1998.

CASTRO, Ferreira de. Emigrantes. 30. ed. Lisboa: Cavalo de Ferro, 2017a [1928].

CASTRO, Ferreira de. Pequena história de Emigrantes [1966]. In: CASTRO, Ferreira de. Emigrantes. 30. ed.

Lisboa: Cavalo de Ferro, 2017b. p. 237-253.

CASTRO, Ferreira de. A selva. São Paulo: Verbo, 1972a [1930].

CASTRO, Ferreira de. Pequena história de ‘A Selva’ [1955]. In: CASTRO, Ferreira de. A Selva. São Paulo: Verbo, 1972b. p. 23-32.

GAGO, Dora M. N. Imagens do estrangeiro no Diário de Miguel Torga. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 2008.

GRANGEIA, Mario L. Imigração no Brasil na literatura portuguesa do século XIX. Cadernos de Estudos Sociais, [s. l.], v. 33, n. 2, p. 1-22, 2018. https://doi.org/10.33148/CES2595-4091v.33n.220181764.

GRANGEIA, Mario L. Renascidas no Brasil: Ruth Escobar, Leonor Xavier a imigração como reinvenção. Convergência Lusíada, [s. l.], n. 42, p. 221-231, 2019. https://doi.org/10.37508/rcl.2019.n42a354.

LOBO, Eulália Maria L. Imigração portuguesa no Brasil. São Paulo: Hucitec, 2001.

LOURENÇO, Eduardo. O labirinto da saudade: psicanálise mítica do destino português. 5 ed. Lisboa: D. Quixote, 1992 [1978].

LOURENÇO, Eduardo. A nau de ícaro e Imagem e miragem da Lusofonia. São Paulo: Companhia das Letras, 2001 [1999].

MARTINS, Ismênia de L. A capital federal e os imigrantes em registros literários. Rio de Janeiro, 1890-1920. In: MENEZES, Lena M. de; SOUSA, Fernando de (org.). Brasil-Portugal: pontes sobre o Atlântico: múltiplos olhares sobre a e/imigração. Rio de Janeiro: EdUERJ, 2017. p. 13-25.

MATOZZI, Martina. Portugueses de torna-viagem: a representação da emigração na literatura portuguesa. 2016. 290f. Tese (Doutorado em Patrimónios de Influência Portuguesa) – Universidade de Coimbra, Coimbra, 2016.

MENDES, Oswaldo. Rute Escobar, uma mulher possuída pelo desafio. Folha de S. Paulo. São Paulo, 2/8/1981. p. Ilustrada-1.

NEMÉSIO, Vitorino. O segredo de Ouro Preto e outros caminhos. Lisboa: Livraria Bertrand, 1954.

ORTIGÃO, Ramalho. As Farpas. 11 vol. Lisboa: David Corazzi, 1887.

PINHEIRO, Luís B. S. P. Francisco Gomes de Amorim e as primeiras abordagens literárias da Cabanagem. In: SOUSA, Fernando de; MARTINS, Ismenia; Menezes, Lená; MATOS, Izilda; Arruda, Jobson; SARGES, Nazaré (org.). Portugal e as migrações da Europa do Sul para a América do Sul. Porto: CEPESE, 2015. p. 418-434.

QUEIROZ, Eça de.Uma campanha alegre. Lisboa: Companhia Nacional Editora, 1890. v. 1.

RIBEIRO, Maria Aparecida. Gente de todas as cores: imagens do Brasil na obra de Gomes de Amorim. Máthesis, [s. l.], n. 7, p. 117-164,1998.

SILVA, Maria Beatriz N. da. Prefácio. In: MENDES, José S. R. Laços de sangue: privilégios e intolerância à imigração portuguesa no Brasil (1822-1945). São Paulo: Edusp; Fapesp, 2011. p. 23-26.

TORGA, Miguel. A Criação do Mundo. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1996.

TORGA, Miguel. Traço de União: temas portugueses e brasileiros. Lisboa: Glaciar, 2016

Publicado
2020-04-01
Como Citar
Grangeia, M. L. (2020). Imigração na literatura: Escritores portugueses e a vida no Brasil. Letrônica, 13(3), e36986. https://doi.org/10.15448/1984-4301.2020.3.36986