Memórias do futuro: alteridade do mundo e do sujeito na poesia de Cecília Meireles

  • Márcia Helena S. Barbosa Universidade de Passo Fundo
Palavras-chave: Estudos de paisagem, Poesia, Alteridade, Estrutura de horizonte, Sagrado.

Resumo

Este estudo examina as relações entre a poesia e o sagrado na obra poética de Cecília Meireles, mostrando que o sujeito lírico, ao perceber a alteridade do mundo, é levado ao encontro de sua própria alteridade, numa busca em que o futuro imaginado confunde-se com as memórias difusas da origem. O trabalho, para desenvolver a análise proposta, adota como embasamento teórico as teses de Michel Collot, que se dedica aos estudos de paisagem na literatura e toma como suporte a fenomenologia de Merleau-Ponty e a crítica temática de Jean-Pierre Richard.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

COLLOT, Michel. La poésie moderne et la structure d’horizont. Paris: PUF, 1989.

COLLOT, Michel. Les enjeux du paysage. Bruxelles: Ousia, 1997.

COLLOT, Michel. Do horizonte da paisagem ao horizonte dos poetas. Trad. Eva Nunes Chatel. In: ALVES, Ida; FEITOSA, Marcia Manir Miguel (Org.). Literatura e paisagem: perspectivas e diálogos. Niterói: Ed. da UFF, 2010. p. 205-217.

COLLOT, Michel. Pontos de vista sobre a percepção de paisagens. Trad. Denise Grimm. In: NEGREIROS, Carmem; ALVES, Ida; LEMOS, Masé (Org.). Literatura e paisagem em diálogo. [S.l.]: Edições Macunaíma, 2012. p. 11-28.

COLLOT, Michel. O sujeito lírico fora de si. Trad. Zênia de Faria e Patrícia Souza Silva Cesaro. Signótica, Goiânia, v. 25, p. 221-241, 2013.

MEIRELES, Cecília. Poesia completa. Rio de Janeiro: Nova Aguilar, 1994.

Publicado
2018-10-19
Como Citar
Barbosa, M. H. S. (2018). Memórias do futuro: alteridade do mundo e do sujeito na poesia de Cecília Meireles. Letrônica, 11(3), s189-s201. https://doi.org/10.15448/1984-4301.2018.s.30599