Em luta

A atuação da cronista Carmen Dolores em debates por direitos das mulheres brasileiras nos primeiros tempos republicanos

Palavras-chave: Carmen Dolores, Mulheres de letras, Direitos das mulheres, Feminismo, Divórcio

Resumo

O presente artigo analisa a atuação da escritora Carmen Dolores – pseudônimo de Emília Moncorvo Bandeira de Mello – em debates em torno dos direitos das mulheres brasileiras nos primeiros tempos republicanos, utilizando como base documental privilegiada crônicas publicadas no jornal carioca O Paiz e no livro Ao esvoaçar da ideia, entre 1905 e 1910. Dialogando com a história cultural e a história dos intelectuais, o estudo focaliza o papel da autora, conhecida como produtora de bens culturais por sua obra literária envolvendo gêneros diversos, também como mediadora cultural, exercido principalmente na imprensa, através de seu trabalho regular como cronista. Desse modo, ao mesmo tempo em que comentava assuntos leves e variados em suas colunas, procurava formar consciências de leitores, leitoras e da sociedade, em um sentido mais amplo, em favor do feminismo, da educação e do trabalho como direitos das mulheres, e em defesa do divórcio, na direção do que compreendia como progresso social.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Maria Bandeira de Mello Magaldi, Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), Rio de Janeiro, RJ, Brasil.

Doutora em História pela Universidade Federal Fluminense (UFF), em Niterói, RJ, Brasil, professora da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), no Rio de Janeiro, RJ, Brasil.

Referências

ABL. Carlos de Laet. Biografia. In: Academia Brasileira de Letras. Rio de Janeiro, [20--]. Disponível em: https://www.academia.org.br/academicos/carlos-de-laet/biografia. Acesso em: 25 jul. 2021.

AMADO, Gilberto. A Semana. O Paiz, Rio de Janeiro, n. 9451, p. 1, 21 ago. 1910.

AMADO, Gilberto. Mocidade no Rio e primeira viagem à Europa. Rio de Janeiro: José Olympio Editora, 1956.

BOURDIEU, Pierre. Campo de poder, campo intelectual e habitus de classe. In: BOURDIEU, Pierre. A economia das trocas simbólicas. 5. ed. São Paulo: Perspectiva, 2004. p. 183-202.

CARMEN Dolores. O Paiz, Rio de Janeiro, n. 9447, p. 3, 17 ago. 1910a.

CARMEN Dolores. Correio da Manhã, Rio de Janeiro, n. 3317, p. 1, 17 ago. 1910b.

CERTEAU, Michel de. A invenção do cotidiano: artes de fazer. 2 ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 1994.

CHALHOUB, Sidney; NEVES, Margarida de Souza; PEREIRA, Leonardo Affonso de M. (org.). História em cousas miúdas. Campinas: Editora da UNICAMP, 2005.

CLASSICXS SEM CLASSE. Carmen Dolores. [Narração de]: Juliana Brina. [S. I.]: 18 fev. 2020. Podcast. Disponível em: https://podcasts.google.com/feed/aHR0cHM6Ly9hbmNob3IuZm0vcy85MTQ0NzNjL3BvZGNhc3QvcnNz. Acesso em: 1 fev. 2021.

DOLORES, Carmen. A Semana. O Paiz, Rio de Janeiro, n. 7544, p. 1, 4 jun. 1905.

DOLORES, Carmen. A Semana. O Paiz, Rio de Janeiro, n. 7593, p. 1, 23 jul. 1905.

DOLORES, Carmen. A Semana. O Paiz, Rio de Janeiro, n. 7740, p. 1, 17 dez. 1905.

DOLORES, Carmen. A Semana. O Paiz, Rio de Janeiro, n. 7775, p. 1, 21 jan. 1906.

DOLORES, Carmen. A Semana. O Paiz, Rio de Janeiro, n. 7836, p.1, 18 mar. 1906.

DOLORES, Carmen. A Semana. O Paiz, Rio de Janeiro, n. 7857, p.1, 8 abr. 1906.

DOLORES, Carmen. A Semana. O Paiz, Rio de Janeiro, n. 7864, p. 1, 15 abr. 1906.

DOLORES, Carmen. A Semana. O Paiz, Rio de Janeiro, n. 7941, p.1, 1 jul. 1906.

DOLORES, Carmen. A Semana. O Paiz, Rio de Janeiro, n. 8011, p.1, 9 set. 1906.

DOLORES, Carmen. A Semana. O Paiz, Rio de Janeiro, n. 8025, p.1, 23 set. 1906.

DOLORES, Carmen. A Semana. O Paiz, Rio de Janeiro, n. 8131, p. 1, 6 jan. 1907.

DOLORES, Carmen. A Semana. O Paiz, Rio de Janeiro, n. 8235, p. 1, 21 abr. 1907.

DOLORES, Carmen. A Semana. O Paiz, Rio de Janeiro, n. 8305, p. 1, 30 jun. 1907.

DOLORES, Carmen. A Semana. O Paiz, Rio de Janeiro, n. 8347, p. 1, 11 ago. 1907.

DOLORES, Carmen. A Semana. O Paiz, Rio de Janeiro, n. 8382, p. 1, 15 set. 1907.

DOLORES, Carmen. A Semana. O Paiz, Rio de Janeiro, n. 8704, p. 1, 2 ago. 1908.

DOLORES, Carmen. A Semana. O Paiz, Rio de Janeiro, n. 8711, p. 1, 9 ago. 1908.

DOLORES, Carmen. A Semana. O Paiz, Rio de Janeiro, n. 8732, p. 1, 30 ago. 1908.

DOLORES, Carmen. A Semana. O Paiz, Rio de Janeiro, n. 8893, p. 1, 7 fev. 1909.

DOLORES, Carmen. A Semana. O Paiz, Rio de Janeiro, n. 9011, p. 1, 6 jun. 1909.

DOLORES, Carmen. A Semana. O Paiz, Rio de Janeiro, n. 9395, p. 1, 26 jun. 1910.

DOLORES, Carmen. A Semana. O Paiz, Rio de Janeiro, n. 9430, p. 1, 31 jul. 1910.

DOLORES, Carmen. A Semana. O Paiz, Rio de Janeiro, n. 9444, p. 1, 14 ago. 1910.

DOLORES, Carmen. Ao esvoaçar da ideia. Porto: Livraria Chardron, 1910.

DOLORES, Carmen. A luta. Rio de Janeiro: Íma Editorial, 2020.

GÓES, Fred. O carnaval elegante de Figueiredo Pimentel. Textos escolhidos de cultura e arte populares, Rio de Janeiro, v. 12, n. 2, p. 21-31, nov. 2015.

GOMES, Ângela de Castro; HANSEN, Patrícia (org.). Intelectuais mediadores: práticas culturais e ação política. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2016.

GUIMARÃES, Lúcia M. Paschoal; FERREIRA, Tânia M. T. B. da Cruz. Myrthes Gomes de Campos (1875-?): pioneirismo na luta pelo exercício da advocacia e defesa da emancipação feminina. Gênero, Niterói, v. 9, n. 2, p. 135-151, 1 sem. 2009.

HELLMANN, Risolete Maria. Carmen Dolores, escritora e cronista: uma intelectual feminista da Belle Époque. 2015. Tese (Doutorado em Literatura) – Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2015.

LAET, Carlos de. Microcosmo. O Paiz, Rio de Janeiro, n. 8707, p. 1, 5 ago. 1908.

MAGALDI, Ana Maria B. M. Uma pena feminina em combate: a expressão literária e educativa de Carmen Dolores nas crônicas de O Paiz (1905-1910). Caminhos da educação: diálogos, culturas e diversidades, Teresina, v. 2, n. 3, p. 10-37, set./dez. 2020.

MELO, Hildete P. de; MARQUES, Teresa Cristina de N. Leolinda de Figueiredo Daltro. In: Dicionário histórico-biográfico brasileiro. Rio de Janeiro: CPDOC/ FGV, 2010. Disponível em: http://cpdoc.fgv.br/sites/default/files/verbetes/primeira-republica/DALTRO,%20Leolinda%20de%20Figueiredo.pdf. Acesso em: 25 jul. 2021.

O NOSSO plebiscito: qual deve ser o futuro presidente? Careta, Rio de Janeiro, ed. 57, p. 56, 3 jul. 1909.

RIO, João do. Momento literário. Rio de Janeiro: Fund. Biblioteca Nacional/Dep. Nacional do Livro, 1994.

SIRINELLI, Jean-François. Os intelectuais. In: RÉMOND, René (org.). Por uma história política. Rio de Janeiro: FGV/UFRJ, 1996. p. 231-269.

SOIHET, Rachel. O feminismo tático de Bertha Lutz. Florianópolis: Ed. Mulheres; Santa Cruz do Sul: EDUNISC, 2006.

SOIHET, Rachel; ESTEVES, Flávia C. Carmen Dolores: as contradições de uma literata da virada do século. In: LÔBO, Yolanda; FARIA, Lia (org.). Vozes femininas do Império e da República. Rio de Janeiro: Quartet: FAPERJ, 2008. p. 145-169.

VELHO, Gilberto. Memória, identidade e projeto In: VELHO, Gilberto. Projeto e metamorfose: antropologia das sociedades complexas. 2. ed. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1999. p. 97-105.

Publicado
2021-11-04
Como Citar
Magaldi, A. M. B. de M. (2021). Em luta: A atuação da cronista Carmen Dolores em debates por direitos das mulheres brasileiras nos primeiros tempos republicanos. Estudos Ibero-Americanos, 47(3), e40378. https://doi.org/10.15448/1980-864x.2021.3.40378
Seção
Dossiê: Mulheres intelectuais: práticas culturais de mediação