Projetos editoriais e mediações do passado

a experiência brasileira em uma cartografia de revistas de divulgação histórica

Palavras-chave: Revistas, História, Divulgação, Público amplo

Resumo

As revistas de divulgação histórica tornaram-se instrumentos de difusão de representações do passado que alcançaram um público mais amplo que o acadêmico. Em uma diversidade de suportes impressos na cultura contemporânea, algumas publicações foram objetos de críticas por fugirem às regras da história constituída nos rigores e rotinas de métodos historiográficos, enquanto outras foram reconhecidas pela divulgação de pesquisas de universidades para o grande público, promovendo debates sobre o lugar social da produção histórica. No Brasil, ao que foi entendido como demanda social por história no início do século XXI, para além de projetos editoriais isolados, as revistas de divulgação histórica inseriram-se num conjunto de produções congêneres de outros países. Assim, neste artigo, propõe-se um mapeamento de revistas considerando implicações da história de difusão massiva no campo historiográfico e a experiência brasileira de impressos que potencializaram o debate sobre mediações do passado entre historiadores acadêmicos e o público não especializado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fernando Perli, Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD), Dourados, MS, Brasil.

Doutor em História pela Universidade Estadual Paulista (UNESP), em Assis, SP, Brasil; professor da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD), em Dourados, MS, Brasil.

Referências

ABDALA, Verónica. La revista fundada por Félix Luna cumple 50 años. Contar la Historia ‘hasta con las mentiras’. Clarín, Buenos Ayres, 20 abr. 2017. Disponível em: https://www.clarin.com/cultura/medio-siglo-contando-historia_0_Hkcz-Snag.html. Acesso em: 20 abr. 2017.

ADAMOVSKY, Ezequiel. Historia, divulgación y valoración del pasado: acerca de ciertos prejuicios que condenan a la historiografía al aislamiento. Nuevo Topo – Revista de historia y pensamiento crítico, Buenos Ayres, n. 8, p. 91-106, set./out. 2011.

ALMEIDA, Juniele Rabêlo; ROVAI, Marta Gouveia de Oliveira (org.). Introdução à História Pública. São Paulo: Letra e Voz, 2011.

BBC History chega ao Brasil em parceria com a Tríada, selo da Editora Digerati. Revista Fator Brasil, Rio de Janeiro, 20 ago. 2008. Disponível em: https://www.revistafatorbrasil.com.br/imprimir.php?not=50384. Acesso em: 20 fev. 2019.

BENTIVOGLIO, Julio. Revista de história: objeto privilegiado para se estudar a história da historiografia? In: ARRAIS, Cristiano Alencar; BENTIVOGLIO, Julio (org.). As revistas de história e as dinâmicas do campo historiográfico. Serra: Editora Milfontes, 2017. p. 7-30.

BONALDO, Rodrigo. Um fardo do presente? O jornalista entre a história e a memória. In: MAGALHÃES, Marcelo et al. Ensino de História: usos do passado, memória e mídia. Rio de Janeiro: FGV, 2014. p. 255-277.

BURGIERMAN, Denis Russo. 15 anos de Super. In: Super Interessante. São Paulo, 31 ago. 2002. Disponível em: https://super.abril.com.br/historia/15-anos-de-super. Acesso em: 16 set. 2016.

CAMPREGHERE, Ana Luiza; LIPPE, Pedro Henrique Lutti. História contada por jornalistas. Desafios e Desenvolvimento, Brasília, n. 75, 28 dez. 2012. Disponível em:https://www.ipea.gov.br/desafios/index.php?option=com_content&view=article&id=2865:catid=28&Itemid=23. Acesso em: 16 abr. 2017.

CARDOSO, Oldimar. Cultura histórica e responsabilização científica. In: ROCHA, Helenice; MAGALHÃES, Marcelo; GONTIJO, Rebeca (org.). O ensino de história em questão: cultura histórica, usos do passado. Rio de Janeiro: FGV, 2015. p. 305-321.

CHARLE, Christophe. Homo historicus: reflexões sobre a história, os historiadores e as ciências sociais. Porto Alegre: UFRGS; Rio de Janeiro: FGV, 2018.

DE GROOT, Jerome. Consuming history: historians and heritage in contemporary popular culture. London: Routledge, 2008.

DI MEGLIO, Gabriel. Wolf, el lobo: Reflexiones y propuestas sobre la relación entre producción académica y divulgación histórica. Nuevo Topo – Revista de historia y pensamiento crítico, Buenos Ayres, n. 8, p. 107-120, 2011.

DOSSE, François. A História em migalhas: dos Annales à Nova História. Bauru: Edusc, 2003.

DUMOULIN, Olivier. O papel social do historiador: da cátedra ao tribunal. Belo Horizonte: Autêntica, 2017.

ELSTON, Charlotte; WILLIAMS-ROBBINS, Sarah. BBC Wordwide and Exponent Private Equity agree BBC Magazines transaction. In: Media Center BBC. 16 ago. 2011. Disponível em:

http://www.bbc.co.uk/mediacentre/worldwide/160811bbc_magazines.html. Acesso em: 19 nov. 2016.

FERRO, Marc. A história vigiada. São Paulo: Martins Fontes, 1989.

FHIST. Festival de História. Diamantina, out. 2011. Disponível em: http://www.festivaldehistoria.com.br/fhist_ptl. Acesso em: 15 set. 2018.

FIGUEIREDO, Luciano. Carta do Editor. Revista de História da Biblioteca Nacional, Rio de Janeiro, Sabin, ano 1, n. 1, p. 3, jul. 2005.

FONSECA, Thais Nívia de Lima. Ensino de História, Mídia e História Pública. In: MAUAD, Ana Maria; ALMEIDA, Juniele Rabêlo de; SANTHIAGO, Ricardo (org.). História Pública no Brasil: sentidos e itinerários. São Paulo: Letras e Voz, 2016. p. 185-194.

GOMES, Angela de Castro; HANSEN, Patrícia Campos (org.). Intelectuais mediadores: práticas culturais e ação política. Rio de janeiro: Civilização Brasileira, 2016.

HARTOG, François. Crer em história. Belo Horizonte: Autêntica, 2017.

HOLL, Jack M. Cultures in conflict: an argument against “Common Ground” between practicing professional historians and academics. The Public Historian, Berkeley, v. 30, n. 2, p. 29-50, 2008.

HUYSSEN, Andreas. Seduzidos pela memória: arquitetura, monumentos, mídia. Rio de Janeiro: Aeroplano, 2000.

LAGE, Amarílis. Conselho da “Revista de História da Biblioteca Nacional” renuncia. Valor Econômico, São Paulo, 11 jun. 2012. Disponível em:

https://valor.globo.com/eu-e/noticia/2012/06/11/conselho-da-revista-de-historia-da-biblioteca-nacional-renuncia.ghtml. Acesso em: 21 ago. 2016.

LAGO, Pedro Corrêa do. Apresentação. Revista de História da Biblioteca Nacional, Rio de Janeiro, ano 1, n. 1, p. 5, jul. 2005.

LEZCANO, José Maria. Revista Todo es Historia: una propuesta cultural em um contexto dictatorial (1967 – 1973). In: JORNADAS INTERESCUELAS/ DEPARTAMENTOS DE HISTORIA, 14., 2013, Mendoza. Anales [...]. Mendoza: Departamento de Historia de la Facultad de Filosofía y Letras – Universidad Nacional de Cuyo, out. 2013. p. 1-23. Disponível em: https://cdsa.aacademica.org/000-010/636. Acesso em: 26 jun. 2017.

LIMA, Vivi Fernandes de. Em cada página uma pista: documentos secretos da URSS, denúncias e desabafos de Prestes fazem de seu acervo pessoal uma mina de fontes para o estudo da História do país. Revista de História da Biblioteca Nacional, Rio de Janeiro, ano 7, n. 76, p. 21-25, jan. 2012.

LOCKHART, Robin Bruce. Brendan Bracken, founding father. In: History Today. London, abr. 1991. Disponível em: https://www.historytoday.com/archive/brendan-bracken-founding-father. Acesso em: 16 jan. 2017.

MACHADO, Cassiano Elek. Biblioteca Nacional passa história do país em revista. Folha de S.Paulo, 17 nov. 2003. Disponível em: https://www1.folha.uol.com.br/fsp/ilustrad/fq1711200309.htm. Acesso em: 15 out. 2016.

MALERBA, Jurandir. Acadêmicos na berlinda ou como cada um escreve a História?: uma reflexão sobre o embate entre historiadores acadêmicos e não acadêmicos no Brasil à luz dos debates sobre Public History. História da Historiografia, Ouro Preto, n. 15, p. 27-50, ago. 2014.

MALIN, Mauro. Mundo digital atropela revista de História. In: Observatório da Imprensa. 8 set. 2006. Disponível em: http://www.observatoriodaimprensa.com.br/codigo-aberto/mundo-digitalatropela-revistas-de-historia. Acesso em: 17 abr. 2017.

MALIN, Mauro. O banqueiro e a História. In: Observatório da Imprensa. 18 out. 2006. Disponível em: http://www.observatoriadaimprensa.com.br/codigo-aberto/o-banqueiro-e-ahistoria. Acesso em: 19 jun. 2017.

MARGARIT, Isabel. La historia continúa. Historia y Vida: número especial 40 aniversario, 1968-2008, la historia más cerca, Barcelona, ano 40, n. 483, p. 9, 2008.

MIRANDA, Celso. Albúm de família: quem somos e como fizemos em um ano Aventuras na História. Aventuras na História, São Paulo, ano 2, n. 12, p. 68-71, ago. 2004.

MIRANDA, Celso. Próxima aventura: em sua casa. Aventuras na História, São Paulo, ano 1, n. 8, p. 3, abr. 2004.

MIRANDA, Celso. Uma nave especial. Aventuras na História, São Paulo, ano 1, n. 1, p. 4, jul. 2003.

NASTARI, Alfredo. Bate Papo com convidados. In: UOL. 3 nov. 2003. Disponível em: http://tc.batepapo.uol.com.br/convidados/arquivo/lfre/lfredo-nastari-publisher.jhtm. Acesso em: 15 set. 2016.

NASTARI, Alfredo. História, com prazer. História Viva, São Paulo, ano 1, n. 1, p. 5, nov. 2003.

NOVICK, Peter. That noble dream: the “Objectivity Question” and the American Historical Profession. 22. ed. New York: Cambridge University Press, 2005.

ORY, Pascal. L’entre-deux-Mai: histoire culturelle de la France, mai 1968 – mai 1981. Paris: Éditions du Seuil, 1983.

PRESS GAZETTE. MagABCs: Full circulation round-up for the first half of 2013, In: Press Gazette. 15 ago. 2013. Disponível em: https://www.pressgazette.co.uk/magazine-abcs-full-circulation-round-first-half-2013. Acesso em: 19 nov. 2016.

RIBEIRO, Andrea; AMOROSO, Mauro. Entrevista com Luciano Raposo de Almeida Figueiredo. Mosaico, Rio de Janeiro, v. 2, n. 3, p. 94-100, 2010.

ROSENZWEIG, Roy; THELEN, David. The presence of the past: popular uses of History in American Life. New York: Columbia University Press, 1998.

WEIR, Alison. The empire behind world’s largest history magazine chain: how American History Magazine censored Palestine. In: If Americans Knew. 6 dez. 2012. Disponível em: https://ifamericaknew.org/media/weider.html. Acesso em: 17 mar. 2017.

SÁLMERON, Luis Arturo. Relatos e historias en México. [Entrevista concedida ao Programa Plaza de Armas]. Ismael Carvalho. Canal 21, Ciudad de México, 4 ago. 2011. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=qpZZclQDHmE. Acesso em: 15 jul.2016.

SARLO, Beatriz. Historia acadêmica v. historia de divulgación. La Nación, 22 jan. 2006. Disponível em: http://www.lanacion.com.ar/773981-historia-academica-v-historia-de-divulgacion. Acesso em: 13 abr. 2015.

SARLO, Beatriz. Tiempo Pasado: cultura de la memoria y giro subjetivo: una discusión. Buenos Ayres: Siglo Veintiuno, 2012.

SIRINELLI, Jean-François. Os intelectuais do final do século XX: abordagens históricas e configurações historiográficas. In: AZEVEDO, Cecília. et al. Cultura política, memória e historiografia. Rio de Janeiro: FGV, 2009. p. 47-57.

TAVARES, Ana Paula. Revista de História - Entrevista com Vivi Fernandes de Lima (RHBN). In: Café História. 13 jun. 2013. Disponível em: https://www.cafehistoria.com.br/revista-de-historia. Acesso em: 19 jun. 2017.

VERSIGNASSI, Alexandre. Guerra do Paraguai News. Aventuras na História, São Paulo, ano 8, n. 100, p. 4, nov. 2011.

Publicado
2021-08-31
Como Citar
Perli, F. (2021). Projetos editoriais e mediações do passado: a experiência brasileira em uma cartografia de revistas de divulgação histórica. Estudos Ibero-Americanos, 47(2), e39017. https://doi.org/10.15448/1980-864X.2021.2.39017
Seção
História Pública na América Latina: mediações do passado, demandas sociais e tempo presente