Tua mão na minha, de Eloí Bocheco

Fantasia e imaginação no conto contemporâneo de autoria feminina para crianças

Palavras-chave: Conto contemporâneo para a infância, Fantasia, Imaginação, Eloí Bocheco, Tua mão na minha

Resumo

No artigo, investiga-se a fantasia e a imaginação, tomadas como recursos no contexto da criação do conto contemporâneo destinado à criança, por meio de uma pesquisa bibliográfica de abordagem qualitativa, que permite aproximar considerações teóricas da obra Tua mão na minha, de Eloí Bocheco, autora brasileira, sobretudo catarinense. O percurso delineado para o artigo parte de uma breve consulta a ponderações sobre o conto, o que se faz a partir de Charles Kiefer (2004), em direção às considerações de Vera Teixeira de Aguiar (2001), Nelly Novaes Coelho (2000), Marta Morais da Costa (2006, 2007), Bruno Bettelheim (2007), Diana Lichetenstein Corso e Mario Corso (2006) e Regina Zilberman (2005, 2014), entre outros. Esse arcabouço permite perceber, pela história e pelas características específicas desta narrativa, a importância da fantasia e da imaginação na sua constituição. Em seguida, apresenta-se uma leitura do conto de Bocheco, explorando os aspectos nos quais a fantasia e a imaginação são potencializadas no enredo e nas ações de Dúnia, a protagonista da narrativa. Ao final, das muitas possibilidades e sugestões que o conto em questão inventivamente inaugura e provoca, atesta-se que Tua mão na minha, tecido a partir da memória e, por isso mesmo, capaz de investir tanto nos recursos imaginativos, é narrativa que, no seu enredo, duplifica-se, à medida que lhe é permitido imaginar, e, em uma atividade genuína da infância, mobilizar recursos do mundo interior quando é necessário lidar com situações-limites que se encontram na trajetória/travessia do leitor.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fabiano Tadeu Grazioli, Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões (URI), Erechim, RS, Brasil.

Doutor em Letras (Área de concentração Letras, Leitura e Produção Discursiva, Linha de Pesquisa: Leitura e Formação do Leitor) e Mestre em Letras (Área de concentração Estudos Literários, Linha de Pesquisa Leitura e Formação do Leitor) pelo Programa de Pós-Graduação em Letras da Universidade de Passo Fundo (UPF), em Passo Fundo, RS, Brasil. Professor da Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões (URI), Campus de Erechim, RS, Brasil.

Rosemar Eurico Coenga, Universidade de Cuiabá (Unic), Cuiabá, MT, Brasil

Doutor em Teoria Literária e Literaturas pela Universidade de Brasília (UnB), em Brasília, DF, Brasil; Mestre em Educação pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), MT, Brasil. Docente do Programa de Pós Graduação em Ensino da Universidade de Cuiabá (Unic), em Cuiabá, MT, Brasil.

Anna Maria Ribeiro F. M. da Costa, Instituto Histórico e Geográfico de Mato Grosso (IHGMT), Cuiabá, MT, Brasil.

Doutora em História pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), PE, Brasil; mestre em História pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Cuiabá, MT, Brasil. Pesquisadora da Funai de 1982 a 2015; vinculada ao Instituto Histórico e Geográfico de Mato Grosso (IHGMT), em Cuiabá, MT, Brasil.

Referências

AGUIAR, Vera Teixeira de (coord.). Era uma vez... na escola: formando educadores para formar leitores. 4. ed. Belo Horizonte: Formato Editorial, 2001.

BETTELHEIM. Bruno. A psicanálise nos contos de fadas. 23. ed. Tradução de Arlene Caetano. São Paulo: Paz e Terra, 2007.

BOCHECO, Eloí. Pomar de Brinquedo. Ilustrações de Tatiane Schubach. São Paulo: Larousse do Brasil, 2009.

BOCHECO, Eloí. Tua mão na minha. Ilustrações de Walther Moreira dos Santos. Erechim: Habilis, 2012.

BOCHECO, Eloí Elisabete. Dentro do caroço. In: BOCHECO, Eloí Elisabete. Pedras soltas. Florianópolis: Editora da UFSC, 2006. p. 159-160.

COELHO, Nelly Novaes. Literatura infantil: teoria, análise, didática. São Paulo: Moderna, 2000.

CORSO, Diana Lichetenstein; CORSO, Mario. Fadas no divã: psicanálise nas histórias infantis. Porto Alegre: Artmed, 2006.

COSTA, Marta Morais da. A leitura necessário e fecundante. In: COSTA, Marta Morais da. Mapa do mundo: crônicas sobre leitura. Belo Horizonte: Leitura, 2006. p. 30-32.

COSTA, Marta Morais da. Metodologia do ensino da literatura infantil. Curitiba: Ibpex, 2007.

GINZBURG, Natalia. As relações humanas. In: GINZBURG, Natalia. As pequenas virtudes. Tradução de Maurício Santos Dias. São Paulo: Companhia das Letras, 2020. p. 88-109.

KIEFER, Charles. A poética do conto. Porto Alegre: Nova Prata, 2004.

MOISÉS, Massaud. Guia prático de análise literária. São Paulo: Cultrix, 1969.

PEREIRA, Nair Fernanda; SOUZA, Edilson Alves de; FRANCA, Vanessa Gomes. De mulheres e bruxas: o imaginário medieval nos contos São os cabelos das mulheres e Quem me deu foi a manhã, de Marina Colasanti. In: GRAZIOLI, Fabiano Tadeu; COENGA, Rosemar Eurico (org.). Leitura e literatura infantil e juvenil: limiares entre a teoria e a prática. Jundiaí: Paco Editorial, 2018. p. 61-84.

PIRES, Orlando. Manual de teoria e técnica literária. Rio de Janeiro: Presença, 1989.

ZILBERMAN, Regina. Dos contos tradicionais ao folclore. In: ZILBERMAN, Regina. Como e por que ler a Literatura Infantil Brasileira. Rio de Janeiro: Objetiva, 2005. p. 90-101.

ZILBERMAN, Regina. Leituras brasileiras para crianças e jovens: entre o leitor, a escola e o mercado. Revista Gragoatá, Rio de Janeiro, v. 19, p. 221-238, dez. 2014. Disponível em: https://periodicos.uff.br/gragoata/article/view/32994/18981. Acesso em: 14 jan. 2021.

Publicado
2021-11-09
Como Citar
Grazioli, F. T., Coenga, R. E., & Costa, A. M. R. F. M. da . (2021). Tua mão na minha, de Eloí Bocheco: Fantasia e imaginação no conto contemporâneo de autoria feminina para crianças. Letras De Hoje, 56(2), 215-231. https://doi.org/10.15448/1984-7726.2021.2.40469
Seção
O Conto Brasileiro Contemporâneo de Autoria Feminina