A infância na obra de Monique Revillion

Palavras-chave: Monique Revillion, Representação da infância, violência

Resumo

Neste trabalho trazemos alguns elementos que exemplificam os modos como a infância é representada nos livros Teresa, que esperava as uvas e O Deus dos insetos, que compõem a obra de Monique Revillion. Para tal, fazemos alguns apontamentos acerca dos conceitos de infância e memória, nos contextos social e literário.  A memória, aqui, nos interessa a partir da ideia de um narrador adulto que relata um acontecimento da infância. A partir dessa perspectiva, selecionamos os contos que tratam desse tema e analisamos aqueles que trazem personagens crianças e suas ações. O viés de análise parte de um conhecimento sobre o corpus, que mostrou a relação íntima entre a infância e a violência como o subtema mais recorrente nas narrativas. A partir dessa leitura e desses exemplos, o trabalho deixa ver a diversidade de vivências apresentadas pelas infâncias na obra de Monique Revillion, bem como algumas implicações dessa relação entre infância e violência, caracterizando o que entendemos como uma “não infância”.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Cláudia Munari, Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc), Santa Cruz do Sul, RS, Brasil.

Pós-Doutora em Intermidialidade pela Linnéuniversitetet, em Växjö, Götaland, Smöland; Doutora em Teoria da Literatura pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), em Porto Alegre, RS, Brasil. Professora do Programa de Pós-Graduação em Letras da Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc), em Santa Cruz do Sul, RS, Brasil.

Kelin Camila Beilke, Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc), Santa Cruz do Sul, RS, Brasil

Licenciada em Letras Português – Licenciatura Plena pela Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc), em Santa Cruz do Sul, RS, Brasil.

Referências

AMARILHA, Marly. Infância e literatura: traçando a história. Revista Educação Em Questão, Natal, v. 11, n. 2, p. 126-137, 1999. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/educacaoemquestao/article/view/9497. Acesso em: 14 nov. 2020

ARIÈS, Philippe. História social da criança e da família. Tradução de Dora Flasksman. Rio de Janeiro: LTC – Livros Técnicos e Científicos Editora S.A, 1981.

BEIJO, Simone Lucinda Cordiro. Infância, educação e literatura infantil: um estudo sobre a violência simbólica nos contos. 62 f. Monografia apresentada à Federação Universidade Federal de Rondônia – UNIR (Curso de Pedagogia), Rolim de Moura, 2018. Disponível em: http://ri.unir.br/jspui/handle/123456789/2777. Acesso em: 16 nov. 2020.

CARDOSO, Laís de Almeida. A infância revisitada: um estudo sobre o protagonismo infantil na literatura brasileira ao raiar do século XX. 2017. Tese (Doutorado em Estudos Comparados de Literaturas de Língua Portuguesa) – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2017. Disponível em: https://doi.org/10.11606/T.8.2017.tde04082017-192107. Acesso em: 16 nov. 2020.

COUTINHO, Fernanda. Representações da infância na literatura. Rio de Janeiro: Edições Makunaima, 2012.

MATA, Anderson Luis Nunes da. O silêncio das crianças: representações da infância na narrativa brasileira contemporânea. 2006. 116 f. Dissertação (Programa de Pós-Graduação em Literatura) – Universidade de Brasília, Brasília, 2006.

MATA, Anderson Luis Nunes da. Infância na literatura brasileira contemporânea: tema, conceito, poética. Estudos de Literatura Brasileira Contemporânea, Brasília, n. 46, p. 13-20, dez. 2015. Disponível em: https://doi.org/10.1590/2316-4018461. Acesso em: 7 out. 2020.

RAMIREZ, Paulo Niccoli. A memória e a infância em Marcel Proust e Walter Benjamin. Revista Aurora: São Paulo, n. 10, p. 119-134, 2011. Disponível em: https://revistas.pucsp.br/aurora/article/view/4424. Acesso em: 18 nov. 2020.

RESENDE, Vania Maria. O Menino na Literatura Brasileira. São Paulo: Editora Perspectiva, 1988.

REVILLION, Monique. O Deus dos insetos. Porto Alegre: Dublinense, 2013.

REVILLION, Monique. Teresa, que esperava as uvas: contos. São Paulo: Geração Editorial, 2006.

SCHERER, Edson Arthur.; SCHERER, Zeyne Alves Pires. A criança maltratada: uma revisão da literatura. Revista Latino-Americana de Enfermagem, Ribeirão Preto, v. 8, n. 4, p. 22-29, ago. 2000.

Publicado
2021-11-09
Como Citar
Munari, A. C., & Beilke, K. C. (2021). A infância na obra de Monique Revillion. Letras De Hoje, 56(2), 163-172. https://doi.org/10.15448/1984-7726.2021.2.40442
Seção
O Conto Brasileiro Contemporâneo de Autoria Feminina