Admirável Mundo Novo, de Aldous Huxley

O pensamento žižekiano e as reflexões em torno do mito da formação do par amoroso

Palavras-chave: Admirável Mundo Novo, Mito da formação do par amoroso, Ideologia.

Resumo

Este artigo objetiva uma (re)leitura do romance distópico de Aldous Huxley, intitulado Admirável Mundo Novo, a fim de discutir o conceito de mito da formação do par amoroso. Esse conceito é proposto pelo filósofo esloveno Slavoj Žižek, um dos disseminadores do Materialismo Lacaniano, que parte dos pensamentos do psicanalista Jacques Lacan atrelados ao Materialismo Dialético para discutir diversas questões como política, cinema e etc. Portanto, trata-se de um trabalho qualitativo, de cunho bibliográfico, baseado nas teorias de Slavoj Žižek e no materialismo lacaniano. Žižek apresenta o mito da formação do par amoroso como uma ramificação do mito familiar da ideologia, que funciona como um poderoso mecanismo de disseminação ideológica, muito utilizado no universo cinematográfico, principalmente hollywoodiano. A partir das discussões de Žižek, verificou-se que Admirável Mundo Novo nega a formação do par amoroso, pois cria a expectativa de formação do casal, para negá-la em seguida.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcia Geralda Almeida, Universidade Estadual de Maringá (UEM), Maringá, PR.

Marcia Geralda de Almeida é graduada em Letras Habilitação Português/Inglês e Literaturas Correspondentes pela Universidade Estadual de Maringá. Entre 2015 e 2016 desenvolveu pesquisa de iniciação científica (PIC) na área de literatura, aplicando as teorias do materialismo lacaniano ao romance Vidas Secas, de Graciliano Ramos. Está vinculada ao Grupo de estudos literários “Aplicação do pensamento de Slavoj Žižek na análise literária”. Tem mestrado em estudos literários, pela Universidade Estadual de Maringá, concluído em 2019.

Marisa Corrêa Silva, Universidade Estadual de Maringá (UEM), Maringá, PR.

Marisa Corrêa Silva é professora na Universidade Estadual de Maringá, atuando no PLE (Programa de pós-graduação em Letras) . Tem Mestrado e Doutorado pela Unesp e pós-doutorado com Phillip Rothwell na Rutger’s - the State University of New Jersey. É vice-presidente da Anpoll (Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Letras e Linguística, mandato 2018-2020), especialista em Helder Macedo e pioneira no Brasil na aplicação do pensamento de Slavoj Žižek à análise literária. Lidera o Grupo de pesquisa “Aplicação do Pensamento de S. Žižek na análise Literária”, cadastrado no CNPq. Autora de “Partes de África: cartografia de uma Identidade Cultural Portuguesa”, “O Percurso do Outro ao Mesmo: sagrado e profano em Helder Macedo e em Saramago” e “Sobre literatura & Outras Coisas boas”.

Referências

HUXLEY, Aldous. Admirável mundo novo. Tradução: Lino Vallandro e Vidal Serrano. São Paulo: Globo. 2003.

PAVLOSKI, Evanir. Admirável Mundo Novo e a Ilha: Entre o Pesadelo e o Idílio Utópico. Tese. Universidade Federal do Paraná. Curitiba, 2012. Disponível em: http://www.acervodigital.ufpr.br/bitstream/handle/1884/29051/R%20-%20T%20-%20EVANIR%20PAVLOSKI.pdf?sequence=1 Acesso em: 14 ago. 2017.

SILVA, Andréia C. L. F. ANDRADE, Marta M. de. Mito e gênero: Pandora e Eva em perspectiva histórica comparada. Cadernos pagu (33), julho-dezembro de 2009:313-342. Disponível em: < http://www.scielo.br/pdf/cpa/n33/12.pdf> Acesso em: 20 ago. 2019.

SILVA, Marisa C. Materialismo Lacaniano. In: BONICCI, Thomas & ZOLIN, Lucia O. (Org.). Teoria Literária: Abordagens históricas e tendências contemporâneas. Eduem. 3. ed. Maringá, 2009. p. 211-216.

ŽIŽEK, Slavoj. Contra os direitos humanos. Mediações. Londrina, v.15, n.1, p.11-29, jan/jun 2010. Disponível em: file:///C:/Users/123456/Documents/Downloads/Zizek,%20Slavoj.%20Contra%20os%20direitos%20humanos.pdf Acesso em: 10 nov. 2017.

ŽIŽEK, Slavoj. Em defesa das causas perdidas. Tradução Maria Beatriz de Medina. São Paulo: Boitempo, 2011. Disponível em: http://docs10.minhateca.com.br/668139692,BR,0,0,SOCIOLOGIA-EM-DEFESA-DAS-CAUSAS-PERDIDAS-SLAVOJ-ZIZEK.pdf Acesso em: 14 ago. 2017.

ŽIŽEK, Slavoj. Lacrimae Rerum: ensaios sobre cinema moderno. São Paulo: Boitempo, 2018.

Publicado
2020-08-31
Como Citar
Almeida, M. G., & Silva, M. C. (2020). Admirável Mundo Novo, de Aldous Huxley: O pensamento žižekiano e as reflexões em torno do mito da formação do par amoroso. Letras De Hoje, 55(2), e36435. https://doi.org/10.15448/1984-7726.2020.2.36435
Seção
Seção Livre