Imagens de si projetadas no discurso jornalístico da América Latina: a tradição editorialística do Jornal do Brasil e do Clarín nos séculos XX e XXI

  • Lucineudo Machado Irineu Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira
  • Maria Margerete Fernandes de Sousa Universidade Federal do Ceará
Palavras-chave: Imagens de si, Jornal do Brasil, Clarín, Editoriais, Filologia do discurso

Resumo

O objetivo deste texto é analisar como se configura diacronicamente o conjunto de múltiplas imagens de si projetadas em editoriais do Jornal do Brasil e do Clarín que tratam de questões relacionadas à identidade cultural de países que integram a América Latina, entre os anos de 1945 e 2014. Para tanto, debruçamo-nos sobre os conceitos de ethos e de tradições discursivas a partir dos postulados de Maingueneau (2008a, 2008b) e de Kabatek (2001, 2005) no âmbito da Análise do Discurso e da Filologia Românica, nesta ordem. De início, tratamos de situar teoricamente os referidos requisitos conceituais para, em seguida, analisar a configuração dos múltiplos ethé que são projetados no discurso jornalístico dos dois periódicos investigados, entre os séculos XX e XXI, em um exercício epistemológico transdisciplinar que intitulamos filologia do discurso.

 

************************************************************************************************************************************************************************************************************

 

Images of themselves projected in the journalistic discourse in Latin America: the editorialistic tradition of Jornal do Brasil and Clarín in the XX and XXI centuries

Abstract: The aim of this paper is to analyze how the set of multiple images of themselves projected in the editorials of Jornal do Brasil and of Clarín is diachronically established. All of these issues are related to cultural identity of countries of Latin America, between 1945 and 2014. In order to do that, we focused on the concepts of ethos and discursive traditions from the postulates of Maingueneau (2008a, 2008b) and Kabatek (2001, 2005) undet the view of Discourse Analysis and Romance Philology, respectivelly. At first, we tried to theoretically situate these conceptual requirements and,then, analyze the configuration of multiple ethe that are designed in the media discourse of the two investigated newspapers, between the twentieth and twenty-first, in a transdisciplinary epistemological exercise which we have named philology of the discourse.

Keywords: Images of itself; Jornal do Brasil; Clarín; Editorials; Philology of discourse

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lucineudo Machado Irineu, Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira
Professor e pesquisador do Instituto de Humanidades e Letras (IHL) da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (UNILAB), Campus da Liberdade, em Redenção, no Ceará. Doutor em Linguística pela Universidade Federal do Ceará (UFC), com estágio sanduíche na Universidade de Buenos Aires (UBA).
Maria Margerete Fernandes de Sousa, Universidade Federal do Ceará
Graduada em Letras pela Universidade Estadual do Ceará (1983), em Pedagogia pela Universidade de Fortaleza (1989), mestre em Linguística pela Universidade Federal do Ceará (1998) e doutora em Linguística pela Universidade Federal de Pernambuco (2005). É professora Associado, nível I, da Universidade Federal do Ceará e Coordenadora do Grupo de Estudos Gêneros Textuais: Perspectivas Teóricas e Metodológicas - GETEME/UFC, vinculado ao Grupo de Pesquisa Estudos do Texto e do Discurso - PROTEXTO/UFC.

Referências

BOURDIEU, P. O poder simbólico. Tradução de Fernando Tomaz. 11. ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2007.

BRANDALISE. C. A ideia e concepção de “latinidade” nas Américas: a disputa entre as nações. In: ORO. A. P. (Org.). Latinidade da América Latina: enfoques sócio-antropológicos. São Paulo: Aderaldo & Rothschild, 2008. p. 21-59.

DUCROT, O. O dizer e dito. Campinas: Pontes, 1987.

GEERTZ, C. A interpretação das culturas. Rio de Janeiro: LTC, 2008.

GONÇALVES, J. B. C. Poder e afeto nas narrativas bíblicas: uma análise da construção do ethos discursivo nas parábolas contadas por Jesus. 2006. 350 f. Tese (Doutorado em Linguística) – Programa de Pós Graduação em Linguística, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2006.

KABATEK, J. Sobre a historicidade dos textos. Linha d’água. São Paulo, v. 12, n. 17, abr./2005. Disponível em: < http://www.revistas.usp.br/linhadagua/article/view/37270>. Acesso em: 26 out. 2013.

KABATEK, J.; JACOB, D. Lengua, texto y cambio lingüístico en la Edad Media iberorrománica. In: KABATEK, J.; JACOB, D. Lengua medieval y tradiciones discursivas en la Península Iberica: descripción gramatical, pragmática histórica, metodología. Madrid: Ibero-americana, 2001, p. 07-18.

KOCH, P. Diskurstraditionen: zu ihrem sprachtheoretischen Status und ihrer Dynamik. In: FRANK, B.; HAYE, T.;

TOPHINKE, D. Gattungen. Mittelalterlicher Schriftlichkeit. Tübingen: Narr, 1997, p. 43-79.

MAINGUENEAU. D. Análise de textos de comunicação. São Paulo: Contexto, 2008a.

MAINGUENEAU. D. Gênese dos discursos. São Paulo: Parábola Editorial, 2008b.

MORIN, E. Ciência com consciência. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2005.

SAHLINS, M. O “pessimismo sentimental” e a experiência etnográfica: por que a cultura não é um “objeto” em via de extinção (parte 1). Mana, Rio de Janeiro, v. 3, n. 1, abr. 1997. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0104- 93131997000100002&script=sci_arttext>. Acesso em: 02 jan. 2014.

SIVAK, M. Clarín, el gran diário argentino: una historia. Buenos Aires: Planeta, 2013.

Publicado
2015-12-14
Como Citar
Irineu, L. M., & Sousa, M. M. F. de. (2015). Imagens de si projetadas no discurso jornalístico da América Latina: a tradição editorialística do Jornal do Brasil e do Clarín nos séculos XX e XXI. Letras De Hoje, 50(4), 475-482. https://doi.org/10.15448/1984-7726.2015.4.20453
Seção
Comparando as culturas das Américas