Tempos e espaços da docência feminina: representações sobre professoras da educação infantil

  • Lourdes Helena Dummer Venzke IF Sul-rio-grandense
  • Jane Felipe Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Palavras-chave: docência, representações sobre professoras, educação infantil

Resumo

Este trabalho problematiza as representações sobre professoras da educação infantil na cidade de Pelotas/RS, entre as décadas de 1940 e 1960, expressas nos documentos das primeiras instituições privadas ou públicas que abriram espaço para o atendimento de crianças pequenas. Nas fontes documentais pesquisadas, as representações de professora estão atreladas ao discurso religioso (católico), ao serem ressaltadas a vocação e a missão dessa profissional. Dentre as representações, destacamos os diferentes modos de ser professora: alguém que deve corrigir os “defeitos” da criança e de sua família, educadora sanitária e fada bondosa. Ao mesmo tempo que se pensa na educadora infantil como algo inerente ao feminino, exige-se dela uma profissionalização crescente. Tais representações se entrecruzam e se misturam umas às outras, exercendo um importante papel para o governo das professoras, das crianças e de suas famílias, estabelecendo, de algum modo, a indissociabilidade entre magistério e maternidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lourdes Helena Dummer Venzke, IF Sul-rio-grandense
Doutora em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS); Pedagoga do Campus Pelotas - Visconde da Graça do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-rio-grandense (IF Sul)
Jane Felipe, Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Doutora em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) com Pós-doutorado pela Universidad de Barcelona; Professora Adjunta da FACED/UFRGS, integrante do GEERGE - Grupo de Estudos de Educação e Relações de Gênero - e do GEIN - Grupo de Estudos em Educação Infantil. Possui várias publicações na área de infância, gênero e sexualidade.
Publicado
2013-02-15
Como Citar
Dummer Venzke, L. H., & Felipe, J. (2013). Tempos e espaços da docência feminina: representações sobre professoras da educação infantil. Educação, 36(1). Recuperado de https://revistaseletronicas.pucrs.br/index.php/faced/article/view/9590