Saberes da docência universitária

Um estudo com professores de ensino de História

Palavras-chave: docência universitária, saberes docentes, professores de ensino de história

Resumo

Esta escrita, resultado de investigações realizadas por um grupo de pesquisadores, objetivou compreender a constituição dos saberes que são mobilizados nas práticas de ensino de professores atuantes na área de “história e ensino” do Curso de Licenciatura em História, ofertado por uma instituição de ensino superior (IES) pública cearense. Para tanto, levou-se em consideração aspectos da trajetória de vida, que estão para além de sua experiência acadêmica e profissional. Em face de privilegiar a abordagem qualitativa, escolhemos o Estudo de Caso como opção de caminho metodológico e, recorremos à pesquisa bibliográfica e documental, e, entrevistas semiestruturadas. Os resultados, analisados a partir da Análise de Conteúdo Temática, revelaram que os saberes mobilizados nas práticas de ensino dos professores investigados contemplam saberes da formação, da experiência, da ação pedagógica e sua constituição corrobora o caráter personalizado desses saberes que as pesquisas da área vêm mostrando.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Antônio Germano Magalhães Júnior, Universidade Estadual do Ceará (UECE), Fortaleza, CE, Brasil.

Doutor e mestre em Educação (PPGE/UECE), em Fortaleza, CE, Brasil. Pesquisador CNPq e coordenador do Grupo de Pesquisa Educação, Cultura Escolar e Sociedade (EDUCAS-PPGE/UECE). Docente do PPGE da Universidade Estadual do Ceará (UECE), em Fortaleza, CE, Brasil.

Maria de Lourdes da Silva Neta, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE), Fortaleza, CE, Brasil.

Doutora e mestre em Educação (PPGE/UECE), em Fortaleza, CE, Brasil. Professora do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE), em Fortaleza, CE, Brasil.

Maria Terla Silva Carneiro dos Santos, Universidade Estadual do Ceará (UECE), Fortaleza, CE, Brasil.

Mestre e doutoranda em Educação (PPGE/UECE), em Fortaleza, CE, Brasil. Especialista em Metodologia do Ensino de História na mesma instituição. Professora de História Seduc/CE, em Fortaleza, CE, Brasil.

Referências

Conselho Nacional de Saúde. (2012). Resolução Nº 466, de 12 de dezembro de 2012. Dispõe sobre diretrizes e normas regulamentadoras de pesquisas envolvendo seres humanos. Ministério da Saúde. http://conselho. saude.gov.br/resolucoes/2012/Reso466.pdf

Conselho Nacional de Educação. (2002). Resolução CNE/CP Nº 1, de 18 de fevereiro de 2002. Institui diretrizes curriculares nacionais para a formação de professores da educação básica em nível superior, curso de licenciatura de graduação plena. Ministério da Educação do Brasil. http://portal.mec.gov.br/seesp/arquivos/pdf/res1_2.pdf

Conselho Nacional de Educação. (2001). Parecer CNE/CES Nº 492, de 3 de abril de 2001. Institui diretrizes curriculares nacionais dos cursos de Filosofia, História, Geografia, Serviço Social, Comunicação Social, Ciências Sociais, Letras, Biblioteconomia, Arquivologia e Museologia. Ministério da Educação. http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/009.pdf

Fonseca, S. G., & Couto, R. C. (2008). A Formação de Professores em História no Brasil: perspectivas desafiadoras do nosso tempo. In E. Zamboni, & S. G. Fonseca (Eds.), Espaços de Formação do Professor de História (pp. 101-130). Papirus.

Fonseca, S. G. (2003). Como nos tornamos professores de História: a formação inicial e continuada. In S. G. Fonseca (Ed.), Didática e prática de ensino de História: experiências, reflexões e aprendizados (pp. 59-87). Papirus.

Gauthier, C., Martineau, S., Desbiens, J. F., Malo, A., & Simard, D. (1998). Por uma teoria da Pedagogia: pesquisas sobre o saber docente (3. ed.). Editora Unijuí.

Gomes, R. (2015). Análise e interpretação de dados de pesquisa qualitativa. In M. C. S. Minayo (Org.), Pesquisa social: teoria, método e criatividade (34. ed., pp. 78-108). Vozes.

Miranda, A. R. A. (2016). Formação, saberes e práticas dos professores da área de ensino de história no curso de história da UECE em Fortaleza [dissertação de mestrado, Universidade Estadual do Ceará]. http://www.uece.br/ppge/download/dissertacoes/#

Miranda, S. R. (2008). Lugares de Memória, Espaços de Formação: elos invisíveis na constituição do conhecimento histórico de professores. In E. Zamboni, & SG Fonseca, Espaços de Formação do Professor de História (pp. 261-280). Papirus.

Nóvoa, A. (2017). Firmar a posição como professor, afirmar a profissão docente. Cadernos de Pesquisa, 47(166), 1106-1133. https://doi.org/10.1590/198053144843

Pimenta, S. G., & Anastasiou, L. G. C. (2014). Docência no Ensino Superior. Cortez.

Pimenta, S. G. (2009). Saberes pedagógicos e atividade docente (7. ed.). Cortez.

Tardif, M. (2011). Saberes docentes e formação profissional (12. ed.). Vozes.

Tardif, M., & Lessard, C. (2007). O trabalho docente: elementos para uma teoria da docência como profissão de interações humanas (3. ed.). Vozes.

Tardif, M. (2000). Saberes profissionais dos professores e conhecimentos universitários: elementos para uma epistemologia da prática profissional dos professores e suas consequências em relação à formação para o magistério. 13, 1-24. http://www.ergonomia.ufpr.br/Metodologia/RBDE13_05_MAURICE_TARDIF.pdf

Therrien, J., Dias, A. M. I., & Leitinho, M. C. (2016). Docência universitária. In J. Therrien, & A. M. I Dias (Org.). Em Aberto, 29(97), 21-32.

Veiga, I. P. A., & Silva, E. F. (2020). Docência na educação superior: problematizadora e tecnocientífica. Revista Diálogo Educacional, 20(65), 580-607. http://doi.org/10.7213/1981-416X.20.65.DS04

Publicado
2021-09-16
Como Citar
Júnior, A. G. M., Neta, M. de L. da S. ., & dos Santos, M. T. S. C. (2021). Saberes da docência universitária: Um estudo com professores de ensino de História. Educação, 44(2), e33909. https://doi.org/10.15448/1987-2582.2021.2.33909
Seção
Outros Temas