O status público da instituição comunitária

Bem público, responsabilidade social e processos democráticos

Palavras-chave: educação superior, público não estatal, bem público, compromisso social, gestão colegiada e democrática

Resumo

Este ensaio discute a educação superior como um bem público, criticando a sua transformação em um mero serviço de mercado. Face ao esgotamento dos modelos estatista e privatista de organização acadêmica, incapazes de dar conta da complexidade que permeia a realidade empírica, busco refletir e analisar o conceito de bem público no contexto público não estatal. O campo investigativo teórico apoia-se em Dewey, Nussbaum e Marginson, dentre outros, com vistas a evidenciar concepções de público, conceitos de compromisso social e de colegialidade, bem como os desafios contemporâneos das instituições de educação superior diante da hegemonia do pensamento neoliberal. Por fim, através de dedução lógica entre tal referencial teórico e revisão da literatura sobre as instituições comunitárias, argumento que, para manterem o status e a concepção de públicas, faz-se necessário que tais universidades promovam ações voltadas ao bem comum, a responsabilidade social e a gestão colegiada e democrática.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Raquel Paula Fortunato, Universidade de Passo Fundo (UPF), Passo Fundo, RS, Brasil.

Doutoranda em Educação pela Universidade de Passo Fundo (UPF), em Passo Fundo, RS, Brasil; bolsista CAPES/PROSUC.

 

Referências

Adorno, T. (1996). Teoria da semicultura. Educação & Sociedade, 17(56), 388-411. http://dx.doi.org/10.1590/S0101-73301997000100001

Bauman, Z. (2003). Comunidade: A busca por segurança no mundo atual. Jorge Zahar.

Bertolin, J. (2009). A mercantilização da educação superior: uma trajetória do bem público ao serviço comercial. Educação e Realidade, 34(3), 191-211. https://seer.ufrgs.br/educacaoerealidade/article/view/9367/6718

Bittar, M. (2011). Unijuí: Expressão do segmento comunitário. In M. Morosini. A universidade no Brasil: Concepções e modelos (2. ed., pp. 217-228). INEP.

Brasil. (2013). Lei nº 12.881, de 12 de novembro de 2013. Dispõe sobre a definição, qualificação, prerrogativas e finalidades das Instituições Comunitárias de Educação Superior - ICES, disciplina o Termo de Parceria e dá outras providências. Poder Executivo. http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2011-2014/2013/Lei/L12881.htm

Brasil. (1998). Constituição da República Federativa do Brasil. Senado Federal.

Cunha, M. (2007). John Dewey: Democracia e educação, capítulos essenciais. Ática.

Dardot, P., & Laval, C. (2017). Comum: Ensaio sobre a revolução no século XXI. Editora Boitempo.

Dardot, P., & Laval, C. (2016). A nova razão do mundo: Ensaios sobre a sociedade neoliberal. Editora Boitempo.

Dewey, J. (1927a). O público e seus problemas: Em busca da grande comunidade. Biblioteca John Dewey. http://escoladeredes.net/group/bibliotecajohndewey

Dewey, J. (1927b). O público e seus problemas: Em busca do público. Biblioteca John Dewey. http://escoladeredes.net/group/bibliotecajohndewey

Dewey, J. (1959). Democracia e Educação: Introdução à filosofia da educação (4. ed.). Nacional.

East, L., Stokes, R., & Walker, M. (2014). Universities, the public good and professional education in the UK. Studies in Higher Education, 39(9), 1617-1633. https://doi.org/10.1080/03075079.2013.801421

Fernandes, R. (2002). Privado porém público: O terceiro setor na América Latina. Relume-Dumará.

Fioreze, C. (2017). O modelo comunitário de universidade e o tensionamento público-privado: entre o capitalismo acadêmico e o compromisso [Tese de doutorado, Universidade Federal do Rio Grande do Sul]. https://lume.ufrgs.br/handle/10183/159149

Fioreze, C., & McCowan, T. (2018). Universidades comunitárias do Sul do Brasil: Perspectivas e desafios de um modelo de ensino superior público não estatal. Educação Comparada, 58(3), 370-389. https://www.abruc.org.br/view/assets/uploads/artigos/abruc/12.pdf

Longhi, S. (1998). A face comunitária da universidade [Tese de doutorado, Universidade Federal do Rio Grande do Sul].

Marginson, S. (2011). Higher education and public good. Higher Education Quarterly, 65(4), 411-433.

1111 / j.1468-2273.2011.00496.x

Marginson, S. (2006). Putting ‘public’ back into the public university. Thesis Eleven, 84(1), 44-59. https://doi.org/10.1177/0725513606060519

Nussbaum, M. (2015). Sem fins lucrativos: Por que a democracia precisa das humanidades. WMF Martins Fontes.

Schmidt, J. (2017). Universidades comunitárias e terceiro setor: fundamentos comunitaristas da cooperação em políticas públicas. EDUNISC.

Schmidt, J. (2010). O comunitário em tempos de público não estatal. Avaliação: Revista da Avaliação da Educação Superior, 15(1), 9-40. https://doi.org/10.1590/S1414-40772010000100002

Schmidt, J. (2008). O caráter público não-estatal da universidade comunitária: Aspectos conceituais e jurídicos. Revista do Direito, 29(2), 44-66. http://dx.doi.org/10.17058/rdunisc.v0i29.658

McCowan, T. & Schendel, R. (2015). A mudança do papel da universidade e seu impacto na sociedade em países de baixa renda. In R. Silva Junior, J. Sousa, M. Azevedo, & V. Chaves (Orgs.), Educação Superior: Internacionalização, mercantilização e repercussões em um campo de disputas (pp. 19-48). Fino Traço.

Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura. (2016). Repensar a educação: Rumo a um bem comum mundial? Unesco Brasil.

Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura. (2009). World Conference on Higher Education: the new dynamics of higher education and research for societal change and development. Paris: Unesco.

Walker, M., & Boni, A. (2013). Human development and capabilities: Reimagining the university of the twenty-first century. Routledge.

Walker, M., & Mclean, M. (2013). Professional education, capabilities and the public good: the role of universities in promoting human development. Routledge.

World Bank. (1998). The Financing and Management of Higher Education: a status report on worldwide reforms. Washington: World Bank Human Development Group.

Publicado
2021-09-16
Como Citar
Fortunato, R. P. (2021). O status público da instituição comunitária: Bem público, responsabilidade social e processos democráticos. Educação, 44(2), e33168. https://doi.org/10.15448/1987-2582.2021.2.33168
Seção
Outros Temas