A construção do conhecimento na extensão universitária a partir de uma experiência freireana

Palavras-chave: Educação, ação dialógica, extensão universitária.

Resumo

Nos moldes da sociedade capitalista, sempre irá perdurar a existência de opressores e oprimidos e, portanto, podemos considerar que o legado de Paulo Freire continua atual para aqueles que se consideram educadores que buscam outra sociabilidade possível. Dentre os seus pensamentos destaca-se suas persistentes reflexões sobre o diálogo. Destacamos o Projeto de Extensão Universitária “NECRIA – Núcleo de Estudos e Extensão sobre Criança e Adolescente- e o ECA na escola”, o qual realizou ao longo de sua trajetória uma ação educativa com crianças de uma escola estadual do ensino fundamental, uma atuação pautada na teoria de Paulo Freire. Trazer os fundamentos da relação dialógica em Paulo Freire para compreender os desafios trilhados pelo referido projeto de extensão universitária é o que se propõe nos limites desse artigo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Adriana Giaqueto Jacinto, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Franca, São Paulo, Brasil.

Pós-doutorado em Serviço Social pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), no Rio de Janeiro, Brasil. Docente da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP), em Franca, SP, Brasil.

Eliana Bolorino Canteiro Martins, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Franca, São Paulo, Brasil.

Pós-doutorado em Serviço Social pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), no Rio de Janeiro, Brasil. Docente da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP), em Franca, SP, Brasil.

Referências

Algebaile, E. (2009). Escola pública e pobreza no Brasil: a educação para menos. FAPERJ.

Botomé, S. P. (1996). Pesquisa alienada e ensino alienante: o equívoco da extensão universitária. Vozes.

Freire, P. (1989). A importância do ato de ler: em três artigos que se completam. Cortez.

Freire, P. (2000). Pedagogia da indignação: cartas pedagógicas e outros escritos. Editora UNESP.

Freire, P. (1994). Educação como prática da liberdade. Paz e Terra.

Freire, P. (1982). Pedagogia do Oprimido (11. ed.). Paz e Terra.

Freire, P. (1977). Extensão ou comunicação? Paz e Terra.

Freire, P. (2007). Política e educação (8. ed.). Villa das Letras.

Gramsci, A. (1988). Os intelectuais e a organização da cultura. Civilização.

Kosik, K. (1986). Dialética do concreto. Paz e Terra.

Paulo Netto, J. (1994). Razão, Ontologia e Práxis. Serviço Social & Sociedade, (44), 26-42.

Paulo Netto, & Falcão, M. C. (1987). Cotidiano: conhecimento e crítica. Cortez.

Snyders, G. (2005). Escola, Classes e Luta de Classes. Centauro.

Publicado
2021-06-21
Como Citar
Jacinto, A. G., & Martins, E. B. C. (2021). A construção do conhecimento na extensão universitária a partir de uma experiência freireana. Educação, 44(1), e33110. https://doi.org/10.15448/1981-2582.2021.1.33110
Seção
Outros Temas