Inscrições do contemporâneo em narrativas audiovisuais: simultaneidade e ambivalência

  • Analice Dutra Pillar Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Palavras-chave: Ensino da arte. Leitura de imagens. Videoarte. Simultaneidade. Ambivalência.

Resumo

 

O artigo discute como a simultaneidade e a ambivalência, presentes em experiências cotidianas, inscrevem-se em produções audiovisuais da arte contemporânea. Com base em estudos teóricos e metodológicos da semiótica discursiva, relativos ao efeito de unidade de sentido em textos audiovisuais; da arte contemporânea, acerca dos processos de apropriação e ressignificação de imagens e sons; e do ensino da arte sobre leitura de imagens, analisa a videoarte Para Dentro e a leitura desta criação por um grupo de crianças. A análise da videoarte ressalta a articulação, através de superposições, das várias linguagens que constituem o texto audiovisual e a apresentação de imagens e sons de forma ambígua, criando efeitos de ambivalência. Nas leituras, o que mais inquietou as crianças, foram as ambivalências visuais e sonoras. Os resultados indicam a necessidade de refletirmos, na escola, sobre narrativas audiovisuais contemporâneas, buscando entender o momento atual.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Como Citar
Pillar, A. D. (2013). Inscrições do contemporâneo em narrativas audiovisuais: simultaneidade e ambivalência. Educação, 36(3), 306-313. Recuperado de https://revistaseletronicas.pucrs.br/index.php/faced/article/view/15525
Seção
Outros Temas