Fontes para história da educação brasileira: considerações acerca dos catecismos protestantes

  • Ester Fraga Vilas-Bôas Carvalho do Nascimento Universidade Tiradentes
  • Dinamara Garcia Feldens Universidade Tiradentes
  • Mirianne Santos de Almeida Universidade Tiradentes
Palavras-chave: Impressos, Catecismo protestante, História da Educação, Brasil.

Resumo

Ancorado nos pressupostos da história cultural, o presente texto versa sobre um tipo de impresso protestante: o catecismo. Com vistas a analisar a materialidade e evidenciar os valores difundidos nos impressos, elegemos como objeto de análise os catecismos, a saber: Breve catechismo (1892), O breve catecismo (1927) e Cartilha com estampas (s.d.). O aporte teórico está pautado em Robert Darnton (1990), Roger Chartier (1998) e Carlo Ginzburg (1979), os quais discorrem acerca da circulação de impressos, das práticas de leitura e do conceito de circularidade cultural. Os catecismos protestantes foram utilizados como instrumentos pedagógicos pelos presbiterianos norte-americanos no Brasil dos oitocentos e funcionaram como um instrumento prescritivo de inculcação de hábitos e valores que deveriam ser externados através de atitudes e comportamentos, demonstrando o caráter cristão.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ester Fraga Vilas-Bôas Carvalho do Nascimento, Universidade Tiradentes
Professora Titular III da Universidade Tiradentes/UNIT, instituição onde coordena o Programa de Pós-Graduação em Educação e é Pró-Reitora de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão. Doutora em Educação pela PUC-SP (2005). Mestre em Educação pela UFS (2000). Lidera o Grupo de Pesquisa História das Práticas Educacionais/UNIT/CNPq. Vice-Coordenadora do GT de História da Educação/ANPEd.
Dinamara Garcia Feldens, Universidade Tiradentes
Professora Titular III da Universidade Tiradentes/UNIT, pesquisadora do ITP e membro do Comitê Científico. Possui graduação em História pela Universidade de Santa Cruz do Sul - UNISC (1996), Mestrado em Educação pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos - UNISINOS (1999) e Doutorado em Educação Básica pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos - UNISINOS (2004), com bolsa Cnpq na Universidade da Sorbonné - França na área da Educação e Antropologia do corpo. Tem experiência na área de Educação, História, filosofia e Pesquisa, com ênfase em formação de professores, estudos de gênero e etnia, História do Conhecimento e filosofia da diferença.
Mirianne Santos de Almeida, Universidade Tiradentes
Graduada em Pedagogia (2009), pela Universidade Tiradentes. Mestranda em Educação da Universidade Tiradentes com bolsa PROCAPS/UNIT e FAPITEC-SE. Integrante do Grupo de Pesquisa História das Práticas Educacionais – GPHPE/Unit/CNPq. Membro associado da Sociedade Brasileira de História da Educação (SBHE) e da Associação de Leitura do Brasil (ALB).
Publicado
2013-02-15
Como Citar
Nascimento, E. F. V.-B. C. do, Feldens, D. G., & Almeida, M. S. de. (2013). Fontes para história da educação brasileira: considerações acerca dos catecismos protestantes. Educação, 36(1). Recuperado de https://revistaseletronicas.pucrs.br/index.php/faced/article/view/12237