CHAMADA DE ARTIGOS - Dossiê: Atualidade política da Teoria Crítica

2021-04-08

Período para submissão de artigos: 1° de abril de 2021 – 31 de julho de 2021

Organizadores: Benjamin Bunk (Universidade de Jena e Universidade de Giessen, Alemanha); Emil A. Sobottka (Pucrs)

A teoria crítica influenciou toda uma época do pensamento acadêmico na Alemanha e muito além dela, e muito fortemente também no Brasil. A edição temática de Civitas gostaria de revisitar a importância dessa tradição intelectual para o debate das ciências sociais brasileiras e colocar em discussão contribuições internacionais de ampla repercussão (por exemplo, Rosa, Jaeggi, Fraser, Geuss) para um diálogo com variantes nacionais. Pretende, ademais, dialogar também com proposições teóricas focadas na diferença e na decolonialidade. Ao mesmo tempo, surge ocasionalmente a acusação de que a Teoria Crítica, apesar da autodefinição de querer ser um paradigma de ciência e pesquisa voltado para a "emancipação", pouco teria a dizer sobre a política atual. Neste contexto, a questão que se coloca às contribuições mais recentes de uma nova Teoria Crítica é se elas têm algo relevante a contribuir - e se tiver, o que seria - para a análise das turbulentas transformações sociais, o surgimento dos nacionalismos e populismos, mudanças climáticas e pandemias. Se elas podem contribuir para diagnósticos adequados e perspectivas fundadas no atual contexto de descrédito e, em boa medida, crescente ameaça às tênues conquistas emancipatórias e à democracia.