RELAÇÃO ENTRE AS CONDIÇÕES AMBIENTAIS E O NÚMERO DE FOCOS DE MOSQUITOS Aedes aegypti E Aedes albopictus NO MUNICÍPIO DE URUGUAIANA, RS

  • rita de cassia de souza pontificia universidade catolica do rio grande do sul

Resumo

- As espécies de Aedes aegypti e Aedes albopictus são importantes fatores intervenientes em Saúde Pública, pois, a partir de 1982 estas espécies foram reintroduzidas no Brasil (Ministério da Saúde: FUNASA,2001) determinando assim epidemias em vários estados da Federação. Este trabalho verificou a relação entre as condições ambientais e o número de focos de mosquitos no município de Uruguaiana-RS. Analizaram-se os dados entomológicos e geográficos provenientes dos arquivos da Secretaria Municipal de Saúde e Meio Ambiente-Diretoria de Meio Ambiente-Setor de Zoonoses e Vetores do período de Julho de 1997 à Fevereiro de 2004. A localização geográfica situa-se entre a BR 472 e zonas essencialmente urbanas como bairro próximo ao centro e na Estação Aduaneira Internacional (EADI- Porto Seco). Foi observado que o maior número de ocorrência de larvas apresentou-se em temperaturas e umidade altas.
Publicado
2009-04-13
Seção
Artigos