Hegel e Filosofia Analítica

Robert B. Brandom

Resumo


Este artigo analisa importantes elementos na recepção da filosofia de Hegel na atualidade. Com a finalidade de alcançar tal meta discute-se como a filosofia analítica acolhe a filosofia de Hegel. Para tanto se reconstrói a recepção da filosofia analítica em face de Hegel, notadamente a partir daqueles autores que foram centrais neste movimento de recepção e distanciamento de sua filosofia, a saber, Bertrand Russell, Frege e Wittgenstein. Outro ponto central do presente texto é a análise do livro de Paul Redding, Analytic Philosophy and the Return of Hegelian Thought, em cotejo com a recepção de Hegel, desenvolvida aqui pela filosofia analítica. Ao final, mostra-se como é possível um diálogo produtivo destas correntes aparentemente contrapostas.

Palavras-chave


Crítica. Filosofia analítica. Hegel. Recepção.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1984-6746.2011.1.9294



ATENÇÃO

Sistema em manutenção

Migração do sistema OJS para a versão 3.0. Durante este período os usuários:

  • Poderão acessar todo o conteúdo já publicado
  • Não poderão efetivar encaminhamentos do fluxo editorial (submissão, avaliação, publicação)

Previsão: 06/07/2020


ISSN-L: 0042-3955 | e-ISSN: 1984-6746


Exceto onde especificado diferentemente, aplicam-se à matéria publicada neste periódico os termos de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional, que permite o uso irrestrito, a distribuição e a reprodução em qualquer meio desde que a publicação original seja corretamente citada. Copyright: © 2006-2020 EDIPUCRS