Neoplatonismo e Aristotelismo no hilemorfismo universal de IBN Gabirol (AVICEBRON)

Cecilia Cintra Cavaleiro de Macedo

Resumo


Este artigo discute a presença neoplatônica e aristotélica na metafísica de Ibn Gabirol. Para tanto, são confrontadas as teorias de Plotino e Gabirol, em alguns dos pontos principais, nos quais a semelhança já foi apontada: o Primeiro Princípio, o intermediário entre Deus e o mundo e a questão da matéria universal. Identificadas as diferenças entre as propostas daqueles autores quanto ao tratamento destas questões, serão apresentadas brevemente algumas contribuições que podem ter sido provenientes das obras de Aristóteles, visando esclarecer a origem do tratamento conferido a estes temas por Ibn Gabirol. Acreditamos que a obra de Ibn Gabirol deva ser entendida inserida em seu contexto histórico-filosófico, que primava por ver as doutrinas de Platão e Aristóteles, não como conflitantes, mas como complementares, bem como no sentido de sua compatibilização com o criacionismo abrahâmico que, no caso, obedece ao primado judaico da dessemelhança radical entre Deus e a criação. PALAVRAS-CHAVE – Ibn Gabirol. Hilemorfismo Universal. Aristóteles. Substância. Matéria Inteligível

Palavras-chave


Ibn Gabirol. Hilemorfismo Universal. Aristóteles. Substância. Matéria Inteligível

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1984-6746.2007.3.4678

ISSN-L: 0042-3955

e-ISSN: 1984-6746


Veritas - Revista Quadrimestral de Filosofia da PUCRS

Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos princípios recomendados por essa organização de referência internacional em ética e integridade na publicação científica.http://www.publicationethics.orgbr>

Licencia Creative Commons

Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Políticas editoriales de revistas científicas brasileñas. Disponibilidad de depósito: Azul .

 Copyright: © 2006-2019 EDIPUCRS