MARGUERITE PORETE, UM CORPO QUE SE FEZ ESPELHO DE DEUS - Estudo sobre o problema da inacessibilidade do transcendente e do ideal de inalterabilidade na obra mística de Marguerite Porete: Le miroir des âmes simples e anéanties

Ceci Baptista Mariani

Resumo


 

Este estudo aprofunda o sentido da experiência relatada por Marguerite Porete, mistica medieval, condenada como herética e queimada em 1310, acusada de ultrapassar e transcender as Escrituras, errar nos artigos da fé e dos
sacramentos e dizer palavras contrárias e prejudiciais. No entanto, ela traz uma contribuição importante para o pensamento filosófico-teológico e literário, na medida em que levanta questões e articula respostas sobre o problema da inacessibilidade do transcendente. O aniquilamento é o seu tema, perigoso para um tempo em que o ideal era a salvação de si próprio, perigoso também para
o tempo atual, fundado no humanismo e, nessa medida, detido no eu.

 


Palavras-chave


Experiências misticas de Marguerite Porete. Mística medieval. Misticismo e heresia. A relação do ser humano com o transcendente. Aniquilamento.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1984-6746.2003.3.34811



ATENÇÃO

Sistema em manutenção

Migração do sistema OJS para a versão 3.0. Durante este período os usuários:

  • Poderão acessar todo o conteúdo já publicado
  • Não poderão efetivar encaminhamentos do fluxo editorial (submissão, avaliação, publicação)

Previsão: 06/07/2020


ISSN-L: 0042-3955 | e-ISSN: 1984-6746


Exceto onde especificado diferentemente, aplicam-se à matéria publicada neste periódico os termos de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional, que permite o uso irrestrito, a distribuição e a reprodução em qualquer meio desde que a publicação original seja corretamente citada. Copyright: © 2006-2020 EDIPUCRS