Normas de associação semântica para 88 palavras do português brasileiro

Jerusa Fumagalli de Salles, Candice Steffen Holderbaum, Natália Becker, Jaqueline de Carvalho Rodrigues, Francéia Veiga Liedtke, Murilo Ricardo Zibetti, Luciano Ferreira Piccoli

Resumo


Normas de associação semântica, embora recentes no Brasil, são pesquisadas a mais de um século internacionalmente, constituindo-se ferramentas importantes para tarefas de avaliação da memória e linguagem. Neste estudo 108 universitários responderam a primeira palavra que lhes viesse à mente com significado relacionado a cada umas das 88 palavras-alvo apresentadas. Foi analisada força de associação entre pares e tamanho do conjunto do alvo. A maioria dos pares apresentou forte ou média associação semântica. A média de tamanho total e significativo do conjunto foi, respectivamente, 37,56 e 12,40. Observaram-se correlações negativas entre força de associação e tamanho do conjunto, total e significativo. A concretude dos alvos correlacionou-se positivamente com força de associação e negativamente com tamanho total do conjunto. A freqüência de ocorrência do alvo não mostrou correlação com nenhuma das outras variáveis analisadas. Pode-se inferir que quanto maior o tamanho do conjunto do alvo, menor a força de associação entre os pares.

Palavras-chave: associação semântica; normas; listas de palavras; força de associação; concretude.

Palavras-chave


associação semântica; normas; listas de palavras; força de associação; concretude

Texto completo:

PDF




e-ISSN: 1980-8623 | ISSN-L: 0103-5371


Exceto onde especificado diferentemente, aplicam-se à matéria publicada neste periódico os termos de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional, que permite o uso irrestrito, a distribuição e a reprodução em qualquer meio desde que a publicação original seja corretamente citada.