Profissionalização de psicólogos para atuação em casos de abuso sexual

Maria Aparecida Penso, Liana Fortunato Costa, Maria Alexina Ribeiro, Tania Mara Campos de Almeida, Kamilla Dantas de Oliveira

Resumo


Neste artigo discutimos a formação e o treinamento de alunos de Psicologia, enquanto observadores e/ou coterapeutas, em Grupos Multifamiliares (GMs) com famílias em que suas crianças e/ou adolescentes foram vítimas de abuso sexual intra ou extrafamiliar. Privilegiamos os aspectos relacionados aos sentimentos suscitados a partir dessa experiência e das contribuições para a sua formação enquanto futuro profissional psicólogo. Os estudantes, trinta mulheres e quatro homens (20 a 45 anos), receberam e responderam o instrumento por e-mail, o qual foi elaborado para conhecermos as condições objetivas e subjetivas de aprendizagem e participação deles na atividade. Sobre os resultados, tivemos dois eixos de sentimentos e atos: um nomeado como negativos (revolta, impotência, raiva, desconfiança) e outro que favorece o crescimento profissional/pessoal do aluno (sensibilidade para com o sofrimento alheio, maior disponibilidade em ouvir e reavaliação de preconceitos). O segundo eixo identificou contribuições positivas para a formação e futura atuação profissional dos alunos.

Palavras chave: Formação profissional e psicologia; aluno de psicologia; abuso sexual; formação do psicólogo.

Palavras-chave


psicologia clínica

Texto completo:

PDF


ATENÇÃO

Sistema em manutenção

Migração do sistema OJS para a versão 3.0. Durante este período os usuários:

  • Poderão acessar todo o conteúdo já publicado
  • Não poderão efetivar encaminhamentos do fluxo editorial (submissão, avaliação, publicação)

Previsão: 06/07/2020


e-ISSN: 1980-8623 | ISSN-L: 0103-5371


Exceto onde especificado diferentemente, aplicam-se à matéria publicada neste periódico os termos de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional, que permite o uso irrestrito, a distribuição e a reprodução em qualquer meio desde que a publicação original seja corretamente citada.