Interfaces multisensoriais: espacialidades híbridas do corpoespaço

Luisa Paraguai

Resumo


O texto aborda o contexto de interfaces multisensoriais para pensar a relação humano/máquina e suas formas específicas de operar. Ao assumir a fisicalidade corpórea dos usuários e a materialidade de objetos e do espaço como dados de entrada, questiona-se a possibilidade de reconfiguração do corpo na sua própria apresentação e percepção a partir das interações mediadas neste contexto. Essa condição híbrida e processual aponta modos específicos de apreensão e de comunicação, que interessam discutir neste trabalho. Após as abordagens teóricas sobre interfaces tangíveis e enactives, alguns trabalhos artísticos serão apresentados, diante das específicas propostas de construção e experimentação de estados sensórios. Assim, as propostas artísticas potencializam o corpo e o espaço nas suas condições matéricas, na medida em que a percepção dos mesmos articula elementos interdependentes para a construção sensível da realidade como uma experiência fenomenológica.

Palavras-chave


Interfaces multisensoriais; relação humano/máquina; tecnologia móvel

Texto completo:

PDF

Referências


BENNET, P.; O’MODHRAIN, S. Towards Tangible Enactive-Interfaces. In Proceedings of the 4th International Conference on Enactive Interfaces. p.37-40. Grenoble, France: Association ACROE, 2007.

BORGES, F.C. A filosofia do jeito, um modo brasileiro de pensar com o corpo. São Paulo, Summus Editorial, 2006.

De KERCKHOVE, D. Connected intelligence, the arrival of the Web society. Toronto: Sommerville House Publishing, 1997.

De SOUZA E SILVA, A.A. Do ciber ao híbrido: tecnologias móveis como interfaces de espaços híbridos. In: ARAÚJO, Denize Correa (org). Imagem (ir)realidade, comunicação e cibermídia. Porto Alegre: Sulina, 2006, p. 21-51.

DOURISH, P. Where the action is: the foundations of embodied interaction. Cambridge: The MIT Press, 2004.

FERRARA, L. D'A. (org.) Espaços Comunicantes. São Paulo: Annablume; Grupo ESPACC, 2007.

FITZMAURICE, G.W. Graspable User Interfaces. Thesis. Toronto, Canada: Department of Computer Science, University of Toronto, 1996. Disponível em: http://www.dgp.toronto.edu/~gf/papers/PhD%20-

%20Graspable%20UIs/Thesis.gf.html#RTFToC6 Acesso em: 20 out. 2008.

GAIARSA, J.A. A estátua e a bailarina. São Paulo: Ícone, 1988.

LOW, S.M. Anthropological theories of body, space, and culture. In: Space and Culture, v. 6, n. 1, p. 9-18, 2003. McGANN, M. What is enactive cognition. Disponível em: http://www.eucognition.org/wiki/index.php?title=What_is_%22Enactive%22_Cognition%3F Acesso em: 16 set. 2008.

MACHADO, A. Arte e Mídia: aproximações e distinções. E-compos, ed. 1, p. 1-15, dez. 2004. Disponível em: http://www.compos.org.br/e-compos Acesso em: 16 maio 2006.

NOË, A. Art as enaction. In: Art and Cognition Conference, nov. 2002. Disponível em: http://www.interdisciplines.org/artcog/papers/8 Acesso em: 20 out. 2008.

NOË, A. Experience an Experiment in Art. In: Journal of Consciousness Studies, v. 7, n. 8-9, p. 123-135, 2000.

PASQUINELLI, E. Enactive Knowledge. In: LUCIANI, A.; CADOZ, C. (ed). Enaction and enactive interfaces, a handbook of terms. Grenoble: Enactive Systems Books, 2007.

SANTOS, M. A natureza do espaço: Técnica e Tempo. In: Razão e Emoção. Ed. 3. São Paulo: Hucitec, 1999.

STEWART, J. Enactive Cognitive Science_1. In: LUCIANI, A.; CADOZ, C. (ed). Enaction and enactive interfaces, a handbook of terms. Grenoble: Enactive Systems Books, 2007, p. 89-91.

ULLMER, B.; ISHII, H. Emerging frameworks for tangible user interfaces. In: IBM Systems Journal, v. 39, n. 3-4, 2000.

VARELA, F.J. Las ciencias cognitivas: tendencias y perspectivas. In: Cartografía de las ideas actuales. 2 reimpresión. Barcelona: Editorial Gedisa, 1998.

VARELA, F.J.; THOMPSON, E.; ROSCH, E. The embodied mind, cognitive science and human experience. 8a edição. Cambridge, London: The MIT Press, 2000.




DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1980-3729.2008.37.4800

Métricas do Artigo

Carregando métricas...

Métricas por PLOS ALM. Dados disponíveis somente após 12/2014.



 


 This journal is a member of, and subscribes to the principles of, the Committee on Publication Ethics (COPE) http://www.publicationethics.org

 


Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras. Disponibilidade para depósito: Azul.


ISSN-L: 1415-0549 | e-ISSN: 1980-3729 | Copyright: © 2017 EDIPUCRS

Avaliação do Qualis CAPES | ÁREA CAPES - Comunicação e Informação | CLASSIFICAÇÃO - A2

REVISTA FAMECOS: publicação do Programa de Pós-Graduação da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul - PPGCOM/PUCRS
Av. Ipiranga, 6681, Prédio 7 | Bairro Partenon - CEP: 90619-900 | Porto Alegre, RS, Brasil
tel/fax: 55 51 3320.3658
e-mail: revistadafamecos@pucrs.br

Copyright: © 2006-2017 EDIPUCRS