Fatores intervenientes no letramento de crianças antes do ensino formal

Grasiela Kieling Bublitz

Resumo


O trabalho relatado aqui investigou crianças precocemente letradas no período pré-escolar. O objetivo foi identificar e analisar aspectos comuns entre aquelas que adquiriram a leitura e a escrita antes dos demais colegas. Para tanto, cinco turmas da educação infantil que antecedem o ensino formal foram investigadas. Num universo de 83 alunos, apenas 11 sujeitos já estavam praticamente dominando a leitura e a escrita, o que correspondeu a 13, 25%. Fatores extrínsecos e intrínsecos possivelmente ligados a essa precocidade foram descritos e analisados. Entre esses fatores constam: o contato das crianças com a escrita na família e na escola, a consciência fonológica e a memória fonológica imediata. Os dados obtidos através da coleta foram descritos, comparados e analisados, tanto quantitativa como qualitativamente, a fim de levantar aspectos comuns entre os sujeitos envolvidos e apontar alguns caminhos ligados à estimulação da consciência fonológica e da memória fonológica durante a Educação Infantil. Além disso, a pesquisa também reafirma a importância da convivência da criança em um ambiente rico em possibilidades de leitura e escrita.

Palavras-chave


leitura; escrita; consciência fonológica; memória fonológica

Texto completo:

PDF


e-ISSN: 1984-4301 

 

Avaliação do Qualis CAPES - 2013/2016

ÁREA CAPES - Linguística / Literatura

CLASSIFICAÇÃO DE PERIÓDICO - B1



Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org

Licença Creative Commons
Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras. Disponibilidade para depósito: Azul.

 

 

Copyright: © 2006-2019 EDIPUCRS