Literatura entre terras desiludidas: as alteridades distorcidas de Brasil e Portugal

Gabriela Richinitti

Resumo


Brasileiros e portugueses têm em comum uma espécie de niilismo identitário: uma baixa autoestima que repercute em suas culturas e dificulta o posicionamento altivo no cenário global. A literatura, ao retratar os fluxos migratórios que ocorrem entre essas terras desiludidas, tem reforçado diversos estereótipos e percepções negativas acerca de ambos os países. Dessa forma, a efetivação de um intercâmbio cultural criativo entre os países se deixa abater pela infertilidade dos lugares-comuns. A breve análise de algumas obras exemplificativas ilustrará as constatações deste ensaio, reafirmando que a melhoria do diálogo intercultural depende da renovação das velhas narrativas.


Palavras-chave


Literatura lusófona; Migração; Estereótipo; Identidade.

Texto completo:

PDF

Referências


ALBUQUERQUE, José Augusto. Sessenta anos de política externa brasileira (1930-1990): crescimento, modernização e política externa. Rio de Janeiro: Lúmen Júris, 2006.

ALMEIDA, Paulo Roberto de. Uma política externa engajada: a diplomacia do governo Lula. Revista Brasileira de Política Internacional, Brasília, v. 47, n. 1, 2004.

Disponível em: . Acesso em: 24 jun. 2018. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0034-73292004000100008

FREYRE, Gilberto. Casa-Grande & Senzala: formação da família brasileira sob o regime da economia patriarcal. 52. ed. São Paulo: Global, 2013.

FONSECA, Ana Margarida. Em português nos entendemos? Lusofonia, literatura-mundo e as derivas da escrita. Configurações [online] n. 12, 2013, 27 out. 2014.

Disponível em:. Acesso em: 16 ago. 2018. DOI: http://dx.doi.org/10.4000/configuracoes.2041

GOLDSTEIN Seltzer, Ilana. O Brasil best seller de Jorge Amado: literatura e identidade nacional. Rio de Janeiro: SENAC, 2000.

GONÇALVES, Hugo. Enquanto Lisboa arde, o Rio de Janeiro pega fogo. Lisboa: Casa das letras, 2013.

LINS, Paulo. Cidade de Deus. São Paulo: Companhia das Letras, 2002.

LOURENÇO, Eduardo. A Nau de Ícaro seguido de Imagem e Miragem de Lusofonia. Lisboa: Gradiva, 1999.

MATOZZI, Martina. Portugueses de torna-viagem: a representação da emigração na literatura portuguesa. 2016. Tese de doutoramento – Universidade de Coimbra.

Disponível em: . Acesso em: 01 nov. 2017.

MONTEIRO, Nuno Gonçalo; RAMOS, Rui; SOUSA, Bernardo Vasconcelos e. História de Portugal. Lisboa: A Esfera dos Livros, 2009.

PEDROSA, Inês. A eternidade e o desejo. Rio de Janeiro: Objetiva, 2008.

QUEIRÓS. Eça de. Notas contemporâneas.

Disponível em: . Acesso em: 11 nov. 2017.

REIS, Jaime. Causas históricas do atraso econômico português. In: TENGARRINHA, José (Org.). História de Portugal. Bauru: EDUSC; São Paulo: UNESP; Lisboa: Instituto Camões, 2000.

RODRIGUES, Nelson. À sombra das chuteiras imortais: crônicas de futebol. São Paulo: Cia. das Letras, 1993.

RUFFATO, Luiz. Estive em Lisboa e lembrei de você. São Paulo: Cia. das Letras, 2009.

SÁ-CARNEIRO, Mário de. Poesia reunida. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2014.

SILVA, André Luiz Reis da. O Brasil diante da globalização: a política externa do governo Fernando Henrique Cardoso (1995-2002). Revista Carta Internacional, Associação Brasileira de Relações Internacionais (ABRI). v. 7, n. 1, p. 20-34, jan.-jun. 2012.




DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1984-4301.2018.3.31199

e-ISSN: 1984-4301 

 

Avaliação do Qualis CAPES - 2013/2016

ÁREA CAPES - Linguística / Literatura

CLASSIFICAÇÃO DE PERIÓDICO - B1



Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org

Licença Creative Commons
Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras. Disponibilidade para depósito: Azul.

 

 

Copyright: © 2006-2019 EDIPUCRS