1984: Totalitarismo, vigilância e censura: retomando a questão do determinismo linguístico

Emanuele Mendonça de Freitas, Heloísa Pedroso de Moraes Feltes, Sílvia Maria Zanella

Resumo


O presente artigo analisa a obra 1984, de George Orwell, estabelecendo relações com os regimes totalitários no século XX, enfatizando o contexto brasileiro de censura e repressão vivenciado durante dois períodos distintos: a Era Vargas e o Regime Militar. O aporte teórico Foucaultiano traz a disciplina, a vigilância, a censura e a punição como formas de instituição e manutenção do poder nas obras A ordem do discurso e Vigiar e punir. Uma das formas de controle apresentadas pela obra de Orwell é o determinismo linguístico que é estabelecido a partir da criação da Novafala, idioma usado no controle do pensamento em 1984. Nesse contexto, aborda-se a Novafala, relacionando-a à versão extremada da Hipótese Sapir- Whorf acerca do determinismo linguístico, a qual, na discussão, não pode ser sustentada de forma cabal.


Palavras-chave


1984; George Orwell; Totalitarismo; Determinismo linguístico.

Texto completo:

PDF

Referências


CASASANTO, Daniel. Who’s afraid of the Big Bad Whorf? Crosslinguistic differences in temporal language and thought. Language Learning, v. 58, Suppl. 1, p. 63-79, Dec. 2008.

FAIRCHILD, Kristen. Dystopian language ant thought: the Sapir-Whorf Hypothesis applied to created forms of English. Honor Scholar 401-402. Senior Thesis, Depaw University, 2014.

FOUCAULT, Michel. A ordem do discurso. Tradução de Laura Fraga de Almeida Sampaio. São Paulo: Edições Loyola, 2002.

FOUCAULT, Michel. Vigiar e punir. Tradução de Raquel Ramalhete. Petrópolis: Vozes, 1987.

GAGLIARDI, Ana Paula Denadai. 1984: uma metáfora totalitarista. Campinas: Universidade Estadual de Campinas, 2013.

GOULART, Silvana. Sob a verdade oficial: ideologia, propaganda e censura no Estado Novo. São Paulo: Marco Zero, 1990.

KAY, Paul; KEMPTON, Willett. What is the Sapir-Whorf Hypothesis? American Antropologist, v. 86, p. 65-79, mar. 1984.

HOBSBAWM, Eric J. Era dos extremos: o breve século XX: 1914-1991. Tradução de Marcos Santarrita. São Paulo: Companhia das Letras, 1995.

HUSSEIN, Basel Al-Sheikh. The Sapir-Whorf Hypothesis Today. Theory and Practice in Language Studies, v. 2, n. 3, p. 642-646, Mar. 2012.

MAQUIAVEL: vida e pensamentos. São Paulo: M. Claret, 1997.

ORWELL, George. 1984. Tradução de Alexandre Hubner e Heloísa Jahn. São Paulo: Companhia das Letras, 2009.

OSIKE, Desirrê Parzianello. Relativismo linguístico em 1984 de George Orwell. 2011, 52 f. Monografia (Graduação) – Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2011.

RODRIGO, Lídia M. Maquiavel: educação e cidadania. 2. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2002.

SANTOS, Rodrigo Fernandes Assis dos. O conceito de língua/linguagem em 1984 de George Orwell. 2011, 193 f. Dissertação (Mestrado) – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2011.

SAPIR, Edward. [1921]. A linguagem: introdução ao estudo da fala. Tradução de J. Mattoso Camara Jr. São Paulo: Perspectiva, 1980.

SAPIR, Edward. Culture, language and personality. Berkeley: University of California Press, 1958.

TAVARES, Débora Reis. A revolta contra o totalitarismo em 1984 de George Orwell, a formação do herói degradado. Dissertação (Mestrado) – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo. São Paulo, 2013.

TIAGO, Héllen, Nívia. Poder por amor ao poder: uma análise discursiva das relações de poder em 1984, de George Orwell. 2015 145 f. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal de Goiás, Catalão GO, 2015.

VICENTE, João Pedro. Entendendo George Orwell: a estrutura das comunicações de massa no romance 1984. (Monografia) – Universidade Fernando Pessoa, Portugal, 2005.

WHORF, Benjamin Lee. The relation of habitual thought and behavior to language. ETC: A Review in General Semantics, n. 1, p. 197-215, 1944.

WITTGENSTEIN, Ludwig. Tratado lógico-filosófico. Tradução de M. S. Lourenço. Lisboa, Fundação Calouste Gulbenkian, [1921] 1987.

WOLFF, Phillip; HOLMES, Kevin J. Linguistic relativity. WIREs Cognitive Science, v. 2, p. 253-265, May/June, 2011.




DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1984-4301.2018.2.28076

e-ISSN: 1984-4301 

 

Avaliação do Qualis CAPES - 2013/2016

ÁREA CAPES - Linguística / Literatura

CLASSIFICAÇÃO DE PERIÓDICO - B1



Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org

Licença Creative Commons
Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras. Disponibilidade para depósito: Azul.

 

 

Copyright: © 2006-2019 EDIPUCRS