Variação vocálica das médias pretônicas no português falado na cidade de Belém (PA)

Regina Celia Fernandes Cruz, Josivane Campos Sousa

Resumo


Este artigo trata da variação das vogais médias pretônicas no português falado no município de Belém (PA), para isso, tomou-se como método de análise os pressupostos da Sociolinguística Variacionista. Para a realização do presente estudo, foram submetidos ao programa Varbrul um total de 1.434 dados de 48 informantes pertencentes a uma amostra estratificada em sexo, escolaridade e faixa etária. Os resultados fornecidos pelo programa mostraram que, na área urbana da capital paraense, predomina a manutenção das vogais médias fechadas pretônicas (.819). Os grupos de fatores selecionados como favorecedores da manutenção foram os seguintes: a) fonema vocálico da sílaba tônica tanto no caso de pretônica oral quanto nasal ou nasalizada; b) distância da vogal pretônica para a sílaba tônica; c) sufixos; d) consoante do onset; e) peso silábico em relação à sílaba da variável dependente; f) escolaridade do informante e; g) faixa etária.

Palavras-chave


vogais pretônicas; variação fonólogica; Português Brasileiro; projeto PROBRAVO

Texto completo:

PDF


e-ISSN: 1984-4301


Exceto onde especificado diferentemente, aplicam-se à matéria publicada neste periódico os termos de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional, que permite o uso irrestrito, a distribuição e a reprodução em qualquer meio desde que a publicação original seja corretamente citada.