Eventos adversos no cuidado da criança: concepções de familiar/cuidador na atenção básica

Mariana Ferreira Arrieche Lopez, Wiliam Wegner

Resumo


Objetivo: Identificar os eventos adversos no cuidado da criança na atenção básica à saúde sob a ótica do familiar/cuidador e analisar os eventos adversos a partir dos pressupostos da segurança do paciente.

Materiais e Métodos: Pesquisa qualitativa do tipo exploratório-descritiva desenvolvida em Unidade Básica de Saúde de Porto Alegre/RS. Onze (11) familiares/cuidadores participaram por meio de uma entrevista semiestruturada, a qual foi submetida à análise temática. O projeto foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Secretaria Municipal de Saúde de Porto Alegre/RS.

Resultados: No processo de análise emergiram três categorias: os eventos adversos nas ações de cuidado em saúde; a garantia de acesso ao serviço e a resolutividade como princípio para segurança do paciente; e a qualificação do profissional, competências e habilidades como pressupostos para segurança do paciente.

Conclusão: A qualificação do profissional, a resolutividade e a garantia de acesso são pressupostos para a segurança do usuário na atenção básica à saúde.


Palavras-chave


segurança do paciente; criança; atenção básica à saúde; cuidado da criança

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1983-652X.2013.3.13471

 

e-ISSN: 1983-652X 

 

Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org

***


Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons BY-NC 4.0 Internacional

 ***

Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras. Disponibilidade para depósito: Azul.   

 Copyright: © 2006-2019 EDIPUCRS