Le rôle des nouvelles technologies dans la construction des stratégies identitaires des jeunes des quartiers populaires d’Istanbul

Ali Ergur

Resumo


Este artigo analisa alguns aspectos da articulação de jovens em bairros populares de Istambul com o uso de novas tecnologias de informação e comunicação, como resultado de um projeto de pesquisa sobre três tipos diferentes de áreas urbanas periféricas. Nem um toque mágico, nem uma privação total baseada em classe, a experiência tecnológica de jovens possui uma dualidade fundamental, que alcança uma divisão gigantesca entre aqueles que podem acessar individualmente as novas tecnologias e aqueles que não podem. Este é, de fato, uma das principais especificidades do processo de globalização, que provoca nos indivíduos um efeito centrífugo apontando tanto para direções positivas quanto negativas. Este fenômeno foi observado no caso dos jovens que usam mais ou menos tecnologia para superar seus próprios contextos sociais limitados e em parte opressores, quando eles vão do local diretamente ao global, exclusivamente devido ao uso intenso da Internet. Desta maneira, uma nova experiência urbana está surgindo por meio de um isolamento espacial compensado tecnologicamente, através do que chamamos de conexões de saltos transversais, embora alguns outros permanecem excluídos deste processo global. Palavras-chave: Novas tecnologias de informação e comunicação; Envolvimento tecnológico de jovens; Espaço urbano; Interação global; Experiência virtual; Estratégias identitárias de jovens

Palavras-chave


Novas tecnologias de informação e comunicação; Envolvimento tecnológico de jovens; Espaço urbano; Interação global; Experiência virtual; Estratégias identitárias de jovens

Texto completo:

PDF(IN FRENCH) (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1984-7289.2009.1.5571

Direitos autorais 2016 Civitas - Revista de Ciências Sociais

ISSN-L: 1519-6089  -  e-ISSN: 1984-7289

Civitas - Revista de Ciências Sociais

....................................................................................................................................................................................................

Este periódico é membro do Cope (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org


Licença Creative Commons
Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Políticas editoriales de revistas científicas brasileñas. Disponibilidad de depósito: Azul .

Copyright: © 2006-2020 Edipucrs