A gênese da construção do discurso antipetista: análise da eleição para governador do Estado do Rio Grande do Sul no ano de 1994

César Luciano Filomena

Resumo


Este artigo investiga as origens do discurso antipetista como uma forma de reação à hegemonia político-social que a articulação discursiva do Partido dos Trabalhadores exercia sobre a sociedade porto-alegrense no ano de 1994. Reação que paradoxalmente promoveu o surgimento de um cenário de polarização política (de antagonismo) numa metrópole, cuja sociedade era caracterizada pela heterogeneidade social. Esta pesquisa tem como fonte a análise das notícias e das opiniões expressas sobre a eleição para o governo do Estado do Rio Grande do Sul entre os meses de setembro e novembro de 1994 nos dois principais jornais de Porto Alegre.

Palavras-chave


Antipetismo; Antagonismo; Articulação discursiva; Hegemonia; Heterogeneidade social

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1984-7289.2008.2.4764

Direitos autorais 2016 Civitas - Revista de Ciências Sociais

ISSN-L: 1519-6089  -  e-ISSN: 1984-7289

Civitas - Revista de Ciências Sociais

....................................................................................................................................................................................................

Este periódico é membro do Cope (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org


Licença Creative Commons
Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Políticas editoriales de revistas científicas brasileñas. Disponibilidad de depósito: Azul .

Copyright: © 2006-2019 Edipucrs