“Não é competência do professor ser sexólogo”: o debate público sobre gênero e sexualidade no Plano Nacional de Educação

Elaine Reis Brandão, Rebecca Faray Ferreira Lopes

Resumo


O trabalho discute as premissas que regem o debate público na sociedade brasileira sobre a inclusão dos conteúdos relativos ao gênero e à sexualidade no Plano Nacional de Educação. Trata-se de pesquisa socioantropológica documental, com documentos extraídos de fontes públicas na internet, no período 2011-2017, compreendendo órgãos governamentais, organizações não governamentais, portais de notícias diversos. A perspectiva de construção social do gênero e da sexualidade é questionada por ser considerada disruptiva à família para certos segmentos religiosos e políticos, não devendo ser tratada na escola. Outra visão se apoia nas discriminações e violências sofridas por estudantes devido ao estigma e desigualdade de gênero persistente nos espaços escolares. Assim, tais conteúdos ajudariam no processo educativo de convivência com a diversidade sexual, de gênero, e racial. Nesse debate, a dimensão sociocultural e política do gênero e da sexualidade se afirmam. Aspectos intervenientes na aprovação das políticas públicas sinalizam dificuldades para se garantir o Estado laico, denotando o que Carrara designa como “nova geografia do mal e do perigo sexual” ao discutir as politicas sexuais e seus peculiares estilos de regulação moral.


Palavras-chave


Gênero. Sexualidade. Educação. Política sexual. Moralidade.

Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil, 1988 (2 nov. 2016).

BRASIL. Estatuto da Criança e do Adolescente: lei nº 8069, 13 de julho de 1990 (2 nov. 2016).

BRASIL. Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Lei nº 9394, 20 de dezembro de 1996 (02 nov. 2016).

BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: introdução aos parâmetros curriculares nacionais. Brasília: MEC/SEF, 1997 (15 nov. 2016).

BRASIL. Projeto de lei nº 8.035, de dezembro de 2010: aprova o Plano Nacional de Educação para o decênio 2011/2020 e dá outras providências

category_slug=dezembro-2010-pdf&Itemid=30192> (1 set. 2016).

BRASIL. Plano Nacional de Educação. Lei nº 13.005, de 25 de junho de 2014 (2 nov. 2016).

BRASIL. Senado Federal. Projeto de lei da Câmara nº 103, 2012: aprova o Plano Nacional de Educação e dá outras providências <25.senado.leg.br/web/atividade/materias/-/materia/108259> (2 nov. 2016).

CABRAL, Cristiane Silva; HEILBORN, Maria Luiza. Avaliação das políticas

públicas sobre educação sexual e juventude: da Conferência do Cairo aos dias atuais. In: Rumos para Cairo + 20: compromissos do governo brasileiro com a plataforma da Conferência Internacional sobre População e Desenvolvimento. Brasília: Cidade Gráfica, 2010. p. 100-128.

CARRARA, Sergio; HEILBORN; Maria Luiza (orgs.). Gênero e diversidade na escola: formação de professoras/es em gênero, orientação sexual e relações étnicoraciais. Rio de Janeiro: Cepesc; Brasília: SPM, 2009.

CARRARA, Sérgio. Moralidades, racionalidades e políticas sexuais no Brasil contemporâneo. Mana, v. 21, n. 2, p. 323-345, 2015 <10.1590/0104-93132015v21n2p323>.

CARVALHO, Marcos Castro; SÍVORI, Horacio Federico. Ensino religioso, gênero e sexualidade na política educacional brasileira. Cadernos Pagu, n. 50, e175017, 2017 <10.1590/18094449201700500017>.

CELLARD, André. A análise documental. In: Jean Poupart; Jean-Pierre Deslauriers; Lionei-H. Groulx; Anne Laperriere; Robert Mayer; Álvaro Pires (orgs.). A pesquisa qualitativa: enfoques epistemológicos e metodológicos. Petrópolis: Vozes, 2008. p. 295-316.

FACCHINI, Regina; SIVORI, Horacio. Conservadorismo, direitos, moralidades e violência: situando um conjunto de reflexões a partir da Antropologia. Cadernos Pagu, n. 50, e175000, 2017 <10.1590/18094449201700500000>.

GESSER, Marivete; OLTRAMARI, Leandro Castro; PANISSON, Gelson. Docência e concepções de sexualidade na educação básica. Psicologia & Sociedade, v. 27, n. 3, p. 558-568, 2015 <10.1590/1807-03102015v27n3p558>.

HEILBORN, Maria Luiza; BRANDÃO, Elaine Reis; CABRAL, Cristiane Silva.

Teenage pregnancy and moral panic in Brazil. Culture, Health & Sexuality, v. 9, n. 4, p. 403-414, 2007 <10.1080/13691050701369441>.

JUNQUEIRA, Rogerio Diniz. “A homofobia não é um problema. Aqui não há gays nem lésbicas!”: estratégias discursivas e estados de negação da discriminação por orientação sexual e identidade de gênero nas escolas. Revista de Psicologia da Unesp, v. 9, n. 1, p. 123-139, 2010.

LONGARAY, Deise Azevedo; RIBEIRO, Paula Regina Costa. Espaços educativos e produção das subjetividades gays, travestis e transexuais. Revista Brasileira de Educação, v. 20, n. 62, p. 723-747, 2015 <10.1590/S1413-24782015206209>.

LOWENKRON, Laura; MORA, Claudia. A gênese de uma categoria. Entrevista com Rogerio Diniz Junqueira. Centro Latino-Americano em Sexualidade e Direitos Humanos: IMS/Uerj, 2017

LOURO, Guacira Lopes. Gênero, sexualidade e educação: uma perspectiva pósestruturalista. São Paulo: Vozes, 1997.

LUNA, Naara. A criminalização da “ideologia de gênero”: uma análise do debate sobre diversidade sexual na Câmara dos Deputados em 2015. Cadernos Pagu, n. 50, e175018, 2017 <10.1590/18094449201700500018>.

MARIANO, Marina; ALTMANN, Helena. Educação física na educação infantil: educando crianças ou meninos e meninas? Cadernos Pagu, n. 46, p. 411-438, 2016 <10.1590/18094449201600460411>.

MISKOLCI, Richard; CAMPANA, Maximiliano. “Ideologia de gênero”: notas para a genealogia de um pânico moral contemporâneo. Sociedade e Estado, v. 32, n. 3, p. 725-747, 2017 <10.1590/s0102-69922017.3203008>.

NARDI, Henrique Caetano; QUARTIERO, Eliana Teresinha. A diversidade sexual na escola: produção de subjetividade e políticas públicas. Revista Mal-Estar e Subjetividade, v. 11, n. 2, p. 701-725, 2011.

OLIVEIRA, Rosana Medeiros; DINIZ, Débora. Materiais didáticos escolares e injustiça epistêmica: sobre o marco heteronormativo. Educação & Realidade, v. 39, n. 1, p. 241-256, 2014 <10.1590/S2175-62362014000100014>.

PALMA, Yáskara Arrial; PIASON, Aline da Silva; MANSO; Almudena Garcia

Manso; STREY, Marlene Neves. Parâmetros curriculares nacionais: um estudo sobre orientação sexual, gênero e escola no Brasil. Temas em Psicologia, v. 23, n. 3, p. 727-738, 2015 <10.9788/TP2015.3-16>.

REIS, Toni; EGGERT, Edla. Ideologia de gênero: uma falácia construída sobre os planos de educação brasileiros. Educação & Sociedade, v. 38, n. 138, p. 9-26, 2017 <10.1590/es0101-73302017165522>.

RUSSO, Jane A.; ROHDEN, Fabíola; TORRES, Igor; FARO, Livi. O campo da sexologia no Brasil: constituição e institucionalização. Physis, v. 19, n. 3, p. 617-636, 2009 <10.1590/S0103-73312009000300004>.

SÁ-SILVA, Jackson Ronie; ALMEIDA, Cristóvão Domingos; GUINDANI, Joel Felipe. Pesquisa documental: pistas teóricas e metodológicas. Revista Brasileira de História & Ciências Sociais, v. 1, n. 1, p. 1-15, 2009.

SEFFNER, Fernando. Um bocado de sexo, pouco giz, quase nada de apagador e muitas provas: cenas escolares envolvendo questões de gênero e sexualidade. Revista de Estudos Feministas, v. 19, n. 2, p. 561-572, 2011 <10.1590/S0104-026X2011000200017>.

SEFFNER, Fernando. Sigam-me os bons: apuros e aflições nos enfrentamentos ao regime da heteronormatividade no espaço escolar. Educação e Pesquisa, v. 39, n. 1, p.145-159, 2013 <10.1590/S1517-97022013000100010>.

VIANNA, Adriana; LOWENKRON, Laura. Apresentação. Dossiê Gênero e Estado: formas de gestão, práticas e representações. Cadernos Pagu, n. 51, e175100, 2017 <10.1590/18094449201700510000>.

VIANNA, Cláudia Pereira. O movimento LGBT e as políticas de educação de gênero e diversidade sexual: perdas, ganhos e desafios. Educação e Pesquisa, v. 41, n. 3, p. 791-806, 2015 <10.1590/s1517-97022015031914>.

VIANNA, Claudia Pereira; CARREIRA, Denise; LEÃO, Ingrid; UNBEHAUM;

Sandra; CARNEIRO, Suelani; CAVASIN; Sylvia. Gênero e educação: fortalecendo uma agenda para as políticas educacionais. São Paulo: Ação Educativa, Cladem, Ecos, Geledés, Fundação Carlos Chagas, 2016.

VIANNA, Claudia Pereira; UNBEHAUM, Sandra. O gênero nas políticas públicas de educação no Brasil: 1988-2002. Cadernos de Pesquisa, v. 34, n. 121, p. 77-104, 2004 <10.1590/S0100-15742004000100005>.

WEEKS, Jefrey. O corpo e a sexualidade. In: Guacira Lopes Louro (org.). O corpo educado: pedagogias da sexualidade. Belo horizonte: Autêntica, 1999. p. 35-82.




DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1984-7289.2018.1.28265

Direitos autorais 2018 Civitas - Revista de Ciências Sociais

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

ISSN-L: 1519-6089  -  e-ISSN: 1984-7289

Civitas - Revista de Ciências Sociais

....................................................................................................................................................................................................

Este periódico é membro do Cope (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org


Licença Creative Commons
Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Políticas editoriales de revistas científicas brasileñas. Disponibilidad de depósito: Azul .

Copyright: © 2006-2018 Edipucrs