O PRINCÍPIO INCONDICIONADO DA DIALÉTICA DO FILEBO DE PLATÃO

  • Custódio de Almeida UFC
Palavras-chave: Dialética. Hermenêutica. Platão. Gadamer. Incondicionado. Movimento.

Resumo

 

A partir do diálogo Filebo, tentaremos mostrar, através da hermenêutica filosófica de Gadamer, como Platão funda sua Ética pondo em movimento a suprema ideia do Bem: princípio incondicionado, originário, mas não fixável; lugar onde se conciliam o ilimitado (ápeiron) e o limite (péras), o infinito e o finito, o não-ser e o ser, o sensível e o inteligível.

 

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ADLER, M. J. Dialectic. London: Paul/New York: Harcourt, 1927.

CIRNE-LIMA, Carlos. Dialética para principiantes. Porto Alegre: EDIPUCRS, 1996.

CORETH, Emerich. Questões fundamentais de hermenêutica. São Paulo: EDUSP, 1973.

DERRIDA, Jacques. A farmácia de Platão. Tradução de Rogério da Costa. São Paulo: luminuras, 1991.

FRUCHON, Pierre. L'herméneutique de Gadamer - platonisme et moderité. Paris: Les Éditions du Cerf, 1994.

GADAMER, Hans-Georg. Gesammeite Werke. Tubingen: Mohr Siebeck, 1999, v. 1 a 10.

——— . Studi platonici. Genova: Casa Editrice Marietti, 1983, v. I-II.

—— . L'inizio della filosofia occidentale. Milano: Guerini e Associati, 1908.

— Mito y razón. Barcelona: Paidós Studio, 1997.

——— . Dialogue and dialectic- eight hermeneutical studies on Plato. New York: Yale University Press, 1980.

PU . The idea of the good in platonic-aristotelian philosophy. New York: Yale University Press, GRONDIN, Jean. Introduction to philosophical hermeneutics. New York: Yale University Press, 1994.

SUR, W.K.C. A history of Greek Philosophy, 11. ed. Cambridge: Cambridge University Press, 1995,

v.4e5.

KRAMER, Hans. Platone e i fondamenti della metafísica. Milano: Vita e Pensiero, 1993.

LIMA VAZ, Henrique C. de. Um novo Platão? In: Revista Sintese Nova Fase, Belo Horizonte, v. 50, p.

-113, 1990.

PAVIANI, Jayme. Escrita e linguagem em Platão. Porto Alegre: EDIPUCRS, 1993. (Coleção Filosofia, 5)

PLATÃO. Diálogos. Tradução de José Cavalcante de Souza e outros. São Paulo: Abril Cultural, 1998. (Os Pensadores)

—— , Diálogos. Tradução de Carlos Alberto Nunes. Belém: Editora da Universidade Federal do Pará, Coleção “Amazônica”, 1974.

PLATO. The Collected Dialogues. Princeton-New Jersey: Princeton University Press, 1961.

PLATON. Oeuvres Complêtes. Paris: Société d'édition “Les Belles Lettres”, 1949.

REALE, Giovanni. História da filosofia antiga. São Paulo: Loyola, 1995, v. 1-5.

——— — . Per una nuova interpretazione di Platone. 7. ed. Milano: Vita e Pensiero, 1995.

— . Para uma nova interpretação de Platão. São Paulo: Loyola, 1997.

ROBLEDO, Antonio Gômez. Platón - los seis grandes temas de su filosofia, 2. ed. México: Fondo de Cultura Económica, 1986.

VERNANT, Jean-Pierre. Mito e religião na Grécia antiga. Campinas (SP): Papirus, 1992.

———., As origens do pensamento grego. 5. ed. São Paulo: Difel, 1986.

Publicado
2002-12-30
Como Citar
de Almeida, C. (2002). O PRINCÍPIO INCONDICIONADO DA DIALÉTICA DO FILEBO DE PLATÃO. Veritas (Porto Alegre), 47(2), 209-221. https://doi.org/10.15448/1984-6746.2002.2.34868