DUAS QUESTÕES PENDENTES NO IDEALISMO ALEMÃO

  • Eduardo Luft Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Palavras-chave: Idealismo. Múltiplo. Subjetividade incondicionada. Natureza. Liberdade.

Resumo

O artigo apresenta duas questões filosóficas centrais legadas pelo Idealismo Alemão sem resposta. De um lado, as tentativas reiteradas de determinar o Múltiplo a partir da unidade ordenadora de uma subjetividade incondicionada resultaram em perspectivas dualistas e metafisicas inflacionárias. De outro lado, a meta do estabelecimento de uma filosofia capaz de se elevar para além da oposição sujeito/objeto, reconciliando natureza e liberdade, tornou-se refém da teleologia do incondicionado. Uma resposta a tais desafios pode brotar da problematização do idealismo contemporâneo e do diálogo renovado com a filosofia platônica.

 

 

 

 

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2003-12-30
Como Citar
Luft, E. (2003). DUAS QUESTÕES PENDENTES NO IDEALISMO ALEMÃO. Veritas (Porto Alegre), 48(2), 181-185. https://doi.org/10.15448/1984-6746.2003.2.34790