A questão da alteridade na recepção levinasiana de Heidegger

  • Paulo Cesar Duque-Estrada

Resumo


Pretende-se situar os momentos determinantes que dão sustentação à proposta de Levinas, elaborada ao longo de sua leitura de Heidegger, no sentido de romper com o pensamento do ser e propor um pensamento do Outro. A leitura de Levinas, como se pretende demonstrar, é atravessada, desde o seu início, pelo fio condutor de uma problematização da pretendida abertura para fora de si mesmo, na qual o Dasein heideggeriano quer se afirmar para além de toda autoconfirmação inerente às filosofias da consciência.
PALAVRAS-CHAVE – Alteridade. Dasein. Heidegger. Levinas.
ABSTRACT
This article seeks to situate the decisive moments that support Levinas’s proposal, elaborated throughout his reading of Heidegger, insofar as it breaks away from the thought of Being and proposes a thought of the Other. Levinas’s reading, it is argued, is marked from the beginning by the leading motif of a problematization of the supposed openness out of itself, in which the Heideggerian Dasein claims to affirm itself beyond all self-confirmation inherent in philosophies of consciousness.
KEY WORDS – Alterity. Dasein. Heidegger. Levinas.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2006-08-30
Como Citar
Duque-Estrada, P. C. (2006). A questão da alteridade na recepção levinasiana de Heidegger. Veritas (Porto Alegre), 51(2). https://doi.org/10.15448/1984-6746.2006.2.1842