Estimulação aversiva e cognição

  • Paulo Ricardo Giron Universidade do Vale do Rio dos Sinos
  • Rosa Maria de Almeida UFRGS
Palavras-chave: estímulo, funções cognitivas, emoção, neurociências, neuropsicologia.

Resumo

O presente trabalho apresenta uma revisão bibliográfica feita na base de dados Web of Science, onde foram encontrados 266 artigos que tratam diretamente sobre estimulação aversiva e cognição. Posteriormente, foram utilizados 53 artigos para esta revisão. Fez-se então uma citação das principais categorias e métodos de trabalho, assim como tópicos que direcionam as pesquisas atuais e principais avanços sobre o tema. Considerando os trabalhos encontrados, embora haja um grande avanço, principalmente, nas últimas duas décadas, sobre o assunto, ainda é um campo que necessita de muito estudo, para avaliar a interferência da estimulação aversiva sobre a cognição.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Paulo Ricardo Giron, Universidade do Vale do Rio dos Sinos
Psicólogo, Mestre do Programa de Pós-Graduação de Psicologia Clínica da UNISINOS
Rosa Maria de Almeida, UFRGS
P
Publicado
2011-05-25
Como Citar
Giron, P. R., & de Almeida, R. M. (2011). Estimulação aversiva e cognição. Psico, 42(2). Recuperado de https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistapsico/article/view/7162
Seção
Artigos