O desenvolvimento do contrato psicológico orientado para desempenhos de elevado rendimentora

  • Rui Correia Universidade da Beira Interior/UBI
  • Emerson Wagner Mainardes Universidade da Beira Interior/UBI
Palavras-chave: Contrato Psicológico, Objectivos, Desempenho.

Resumo

O objectivo deste artigo consiste em demonstrar, conceptualmente, a relevância do contrato psicológico para a performance dos indivíduos nas organizações. O contrato de trabalho pode ser percepcionado de duas formas: o contrato formal, explicitado sob a forma de um contrato de trabalho escrito, e outra, informal e implícita, o contrato psicológico. Ambos envolvem direitos, obrigações e expectativas por parte do indivíduo e da organização. A literatura acentua a relevância do contrato psicológico transaccional, em detrimento de um contrato psicológico mais relacional, apesar dos contratos psicológicos assumidos pelos indivíduos se situarem, na realidade, num contínuo entre estes dois tipos de contratos. Neste estudo é apresentado um modelo conceptual explicativo do desenvolvimento dinâmico do contrato psicológico, orientado para performances de elevado rendimento. São analisados os contributos do contrato psicológico para o aprofundar de relações de compromisso, através de um maior envolvimento dos indivíduos no processo de definição de objectivos, e consequentes impactos ao nível da performance. O modelo propõe o estabelecimento de uma relação positiva e significante entre: confiança (cumprimento do acordo e justiça percebida), compromisso (objectivos) e performance (elevado rendimento).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rui Correia, Universidade da Beira Interior/UBI
Doutorando em Gestão pela UBI Mestre em Psicologia pela Universidade do Porto (UP)
Emerson Wagner Mainardes, Universidade da Beira Interior/UBI
Doutorando em Gestão pela UBI Mestre em Administração pela FURB Investigador Convidado do NECE (UBI) - Núcleo de Estudos em Ciências Empresariais
Publicado
2010-05-17
Como Citar
Correia, R., & Mainardes, E. W. (2010). O desenvolvimento do contrato psicológico orientado para desempenhos de elevado rendimentora. Psico, 41(2). Recuperado de https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistapsico/article/view/6509