Heterogeneidade dos déficits cognitivo e motor na esclerose múltipla: um estudo com a MSFC

  • Eduardo de Paula Lima FACED - Faculdade de Divinópolis
  • Jussara Lima Rodrigues Exército Brasileiro - EB
  • Alina Gomide Vasconcelos UFMG
  • Marco Aurélio Lana-Peixoto UFMG
  • Vitor Geraldi Haase UFMG
Palavras-chave: esclerose múltipla, cognição, neuropsicologia, MSFC, análise de conglomerados

Resumo

As manifestações neuropsicológicas da esclerose múltipla (EM) são heterogêneas, dificultando a identificação de pacientes com comprometimento cognitivo. A análise de conglomerados foi usada para discriminar um grupo de 40 pacientes com EM e de 48 controles demograficamente comparáveis, usando as três medidas que compõem a Multiple Sclerosis Functional Composite Measure (MSFC): PASAT (cognição), Nine Hole Peg Test (motricidade manual) e Caminhada Cronometrada de 25 pés (deambulação). Quatro conglomerados foram observados. No primeiro, agregaram-se apenas participantes sem comprometimento. No quarto, foram classificados somente pacientes com comprometimentos cognitivo e motor. Tanto pacientes quanto controles mesclaram-se nos dois grupos intermediários, exibindo déficits cognitivos leves e moderados, respectivamente. As diferenças entre os conglomerados foram confirmadas por ANOVA. O desempenho cognitivo covariou com a idade e o nível de escolaridade. A maioria dos pacientes não se distinguiu dos controles, mas um grupo se destacou pelo comprometimento cognitivo e motor, os quais podem ser dissociáveis no início da doença. Palavras-chave: esclerose múltipla; cognição; neuropsicologia; MSFC; análise de conglomerados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Eduardo de Paula Lima, FACED - Faculdade de Divinópolis
Psicólogo e Mestre em Psicologia do Desenvolvimento Humano pela UFMG Coordenador do Curso de Psicologia da Faculdade Divinópolis (FACED) Oficial Psicólogo do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG)
Jussara Lima Rodrigues, Exército Brasileiro - EB
Psicóloga e Mestre em Psicologia do Desenvolvimento Humano pela UFMG. Oficial Psicóloga do Exército Brasileiro (EB)
Alina Gomide Vasconcelos, UFMG
Psicóloga, Mestranda em Psicologia do Desenvolvimento pela UFMG Bolsista da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) - Programa de Fomento à Pós-Graduação (PROF)
Marco Aurélio Lana-Peixoto, UFMG
Médico, Doutor em Oftalmologia pela UFMG. Professor Adjunto do Departamento de Medicina da UFMG
Vitor Geraldi Haase, UFMG
Médico, Doutor em Biologia Humana pela Universidade de Munique Professor Adjunto do Departamento de Psicologia da UFMG Coordenador do Laboratório de Neuropsicologia do Desenvolvimento da UFMG (LND-UFMG)
Publicado
2008-11-26
Como Citar
Lima, E. de P., Rodrigues, J. L., Vasconcelos, A. G., Lana-Peixoto, M. A., & Haase, V. G. (2008). Heterogeneidade dos déficits cognitivo e motor na esclerose múltipla: um estudo com a MSFC. Psico, 39(3). Recuperado de https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistapsico/article/view/3909
Seção
Artigos