Aspectos cognitivos do glioma de baixo grau: estudo de caso

  • Rochele Ferronato Correa da Silva
  • Cibila Vieira Dertelmann
  • Thirzá Baptista Frison
  • Marcelo Mattana
Palavras-chave: Glioma, funções cognitivas, avaliação neuropsicológica

Resumo

Os gliomas são tumores primários formados a partir de tecido de sustentação do cérebro e podem ter início no tronco encefálico. Refere-se que pacientes com glioma de baixo grau mostram redução nas funções cognitivas, executivas, psicomotoras e memória. O objetivo deste estudo de caso foi investigar as funções cognitivas de paciente com diagnóstico por imagem (RNM) de glioma de baixo grau no tronco cerebral. Método: O paciente foi submetido à avaliação neurológica e avaliação neuropsicológica na qual foram avaliadas as funções executivas, intelectuais, planejamento espacial, praxia motora e memória visual de curto prazo. Resultados: Os dados encontrados e discutidos demonstraram prejuízo das funções executivas e motoras. Conclusão: Os principais resultados demonstraram prejuízo das funções executivas. Verifica-se a necessidade de acompanhar a evolução de pacientes com glioma de baixo grau e propor estratégias para a reabilitação neuropsicológica que mantenham a qualidade de vida.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2009-04-16
Como Citar
Correa da Silva, R. F., Dertelmann, C. V., Frison, T. B., & Mattana, M. (2009). Aspectos cognitivos do glioma de baixo grau: estudo de caso. Psico, 40(1). Recuperado de https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistapsico/article/view/3797
Seção
Artigos