“Tornar-se Poliana”: o desamparo materno diante de seu bebê com síndrome de Down

  • Lisiane Machado Oliveira-Menegotto UFRGS
  • Rita de Cássia Sobreira Lopes UFRGS
Palavras-chave: método Bick, transferência, síndrome de Down.

Resumo

O artigo apresenta uma aplicação do método Bick de observação à investigação psicanalítica da relação mãe-bebê com síndrome de Down. Discutimos o processo de tornar-se Poliana adotado pela mãe do bebê com síndrome de Down e reproduzido, de forma empática, pela observadora, por estar sob efeito da transferência. Essa experiência evidenciou que os aspectos transferenciais possibilitaram a compreensão da dinâmica psíquica da mãe. Estudos que enfoquem a relação mãe-bebê com síndrome de Down apresentam relevância científica e social, uma vez que seus resultados não somente podem contribuir para avanços teóricos na Psicanálise e na Psicologia do Desenvolvimento Infantil, mas também para a prática clínica.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2010-01-07
Como Citar
Oliveira-Menegotto, L. M., & Sobreira Lopes, R. de C. (2010). “Tornar-se Poliana”: o desamparo materno diante de seu bebê com síndrome de Down. Psico, 40(4). Recuperado de https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistapsico/article/view/3575
Seção
Artigos