Estilos e práticas educativas parentais: análise da relação perspectiva dos adolescentes

  • Janaína Thaís Barbosa Pacheco ULBRA
  • Luiza Maria de Oliveira Braga Silveira ULBRA
  • Andréia Mello de Almeida Schneider ULBRA
Palavras-chave: adolescência, estilos parentais, práticas educativas

Resumo

Este estudo objetivou relacionar os conceitos de estilos e práticas educativas através da análise dos resultados encontrados nas Escalas de Responsividade e Exigência Parentais e no Relatório de Pais. Com isso pretende-se discutir a relação entre as práticas educativas utilizadas pelos pais e as dimensões responsividade e exigência. Participaram deste estudo 20 adolescentes com idade entre 15 e 19 anos, estudantes de escolas particulares da região metropolitana de Porto Alegre. A análise dos dados apontou que quanto aos estilos parentais, pais e mães mostram-se mais responsivos do que exigentes, sendo que as mães obtiveram médias mais altas em ambas as dimensões. A discussão dos dados foi feita a partir da descrição dos itens de cada categoria de práticas, apontando para diferenças nas condutas maternas e paternas, bem como aspectos valorizados pelos adolescentes na sua educação como a participação em decisões e respeito a sua privacidade. Palavras-chave: Adolescência; estilos parentais; práticas educativas.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2008-05-21
Como Citar
Pacheco, J. T. B., Silveira, L. M. de O. B., & Schneider, A. M. de A. (2008). Estilos e práticas educativas parentais: análise da relação perspectiva dos adolescentes. Psico, 39(1). Recuperado de https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistapsico/article/view/1480
Seção
Artigos