Relacionamento conjugal e depressão materna

Palavras-chave: Relacionamento conjugal, depressão materna

Resumo

Iara Maria Backes de Sotto-Mayor
Cesar Augusto Piccinini
Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)


O presente artigo aborda alguns aspectos teóricos e estudos empíricos sobre a relação entre a qualidade do relacionamento conjugal e a depressão materna. São examinadas as características da depressão materna, sua etiologia multifacetada e possíveis repercussões para o desenvolvimento infantil. Analisa-se especificamente a importância do relacionamento conjugal para uma transição adequada à parentalidade. Os estudos revisados sugerem que há uma combinação de fatores biológicos, obstétricos, sociais e psicológicos envolvidos na depressão materna. Entre esses, um dos fatores de risco freqüentemente mencionados é a qualidade dos relacionamentos interpessoais da nova mãe, especialmente o relacionamento com o marido. Mais do que isto, dificuldades conjugais podem ter um papel significativo na transmissão intergeracional da depressão nestas famílias.
Palavras-chave: Relacionamento conjugal; depressão materna.

ABSTRACT

Marital relationship and maternal depression
The present article examines some theoretical aspects and empirical studies concerning the relationship between the quality of marital relationship and maternal depression. The characteristics of maternal depression, its multifaceted etiology and possible damage to infant development are also examined. The importance of the marital relationship for the good transition to parenthood are specifically analyzed. The revised studies suggest a combination of biological, obstetric, social, and psychological factors involved in maternal depression. One of them, a frequently mentioned risk factor, is the interpersonal relationships of the new mother, especially the relationship with the husband. Moreover, marital difficulties may play a significant role in the intergenerational transmission of depression in these families.
Key words: Marital relationship; maternal depression.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2006-05-04
Como Citar
Relacionamento conjugal e depressão materna. (2006). Psico, 36(2). Recuperado de https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistapsico/article/view/1383
Seção
Artigos