Transtornos Mentais Comuns no Contexto Migratório Internacional

  • Maria da Penha de Lima Coutinho UFPB
  • Ieda Franken Rodrigues UFPB
  • Natália Ramos Universidade Aberta de Lisboa
Palavras-chave: Migração, imigração, transtornos mentais comuns, saúde mental.

Resumo

A migração internacional cresceu muito nas últimas décadas, tornando-se necessário uma compreensão, desse fenômeno, em diferentes esferas da vida humana. Este estudo objetiva investigar a probabilidade da presença de Transtornos Mentais Comuns (TMC) de imigrantes brasileiros e portugueses residentes na cidade de Genebra/Suíça, associado aos fatores nacionalidade, sexo, tipo e tempo de imigração. Trata-se de um estudo exploratório trabalhando com abordagem quantitativa, com uma amostra de 509 participantes submetidos ao questionário bio sociodemográfico e ao instrumento de Screening Self-Reporting Questionnarie. Os dados foram analisados através do pacote estatístico SPSS, utilizando-se a estatística descritiva e inferencial. Os resultados demonstraram que a probabilidade de presença de TMC foi de 43,73% entre as mulheres e 26,63% entre os homens; e, 63,69% entre os participantes com o menor tempo de imigração que revelaram uma diferença significativa (p<0) para estas variáveis. Conceitos de aculturação e saúde mental são aportes teóricos que necessitam ser considerados tanto em pesquisas como em serviços de assistência que possam acolher e apoiar a população migrante no local de acolhimento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ieda Franken Rodrigues, UFPB
Doutora em Psicologia Clínica e da Saúde pela Universidade Aberta de Lisboa, Portugal. Docente do Departamento de Psicologia da Universidade Federal da Paraíba, Pesquisadora colaboradora do Núcleo de Pesquisa Aspectos Psicossociais da Prevenção e da saúde Coletiva da UFPB.
Publicado
2012-09-13
Como Citar
Coutinho, M. da P. de L., Rodrigues, I. F., & Ramos, N. (2012). Transtornos Mentais Comuns no Contexto Migratório Internacional. Psico, 43(3). Recuperado de https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistapsico/article/view/10512
Seção
Artigos