Midiatização: um conceito, múltiplas vozes

  • Pedro Gilberto Gomes Unisinos - Universidade do Vale do Rio dos Sinos
Palavras-chave: Comunicação, midiatização, mapa sistêmico

Resumo

A midiatização tornou-se cada vez mais um conceito chave, fundamental, essencial para descrever o presente e a história dos meios e a mudança comunicativa que está ocorrendo. Desse modo, se se tornaram parte do todo, não se pode vê-los como uma esfera separada. Nessa perspectiva, a midiatização é usada como um conceito para descrever o processo de expansão dos diferentes meios técnicos e considerar as inter-relações entre a mudança comunicativa dos meios e a mudança sociocultural. Entretanto, muito embora vários pesquisadores utilizem o conceito de midiatização, cada um lhe dá o significado que melhor lhe agrada. Desse modo, o conceito de midiatização é tratado de com múltiplas vozes. O presente texto procura discutir esse problema e apresentar uma posição preliminar sobre o assunto.

                                                                                                                   

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Pedro Gilberto Gomes, Unisinos - Universidade do Vale do Rio dos Sinos
Mestre e Doutor em Ciências da Comunicação pela Ecola de Coimunicações e Artes da Universidade de São Paulo. Professor Titular do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Comunicação. Linha de pesquisa: midiatização e processos sociais. Pesquisador com Bolsa PQ2 do CNPq.

Referências

CHARDIN, Pierre Teilhard de. El Porvenir del Hombre. Madrid: Taurus, 1962.

Communication Research Trends. “Theological and Religious Perspectives on the Internet”. v. 31, n. 1, 2012.

FAUSTO NETO, Antônio (Org.). Midiatização e Processos Sociais – aspectos metodológicos. Santa Cruz: Edunisc, 2010.

GOMES, Pedro Gilberto e outros. Estudos de comunicação: transversalidades epistemológicas. São Leopoldo: EdUnisinos, 2010.

GOMES, Pedro Gilberto. Da Igreja Eletrônica à Sociedade em Midiatização. São Paulo: Paulinas, 2010.

HJARDARD, Stig. The Mediatization of Culture and Society. London & New York: Routledge, 2013. Tradução Brasileira pela Editora da Unisinos, São Leopoldo, 2014.

Hermès - Une revue de l'Institut des sciences de la communication du CNRS (ISCC) n°25 – « LE DISPOSITIF –ENTRE USAGE ET CONCEPT » (Numéro coordonné par Geneviève JACQUINOT-DELAUNAY et Laurence MONNOYER), 1999.

MARCONDES FILHO, Ciro. Prefácio à edição brasileira. In: LUHMANN, Niklas. A realidade dos meios de comunicação. São Paulo: Paulus, 2005.

MARTIN BARBERO, Jesus. Dos meios às Mediações. Rio de Janeiro: Editora da UFRJ, 1997.

MATTOS, Maria Ângela; JANOTTI JUNIOR, Jeder; JACKS, Nilda (Orgs). Mediação & Midiatização. Salvador: EDUFBA; Brasília: Compós, 2012.

MCLUHAN, Marshall. Os meios de comunicação como extensões do homem. São Paulo: Cultrix, 1996.

REIS, Abel. Problematizando o conceito de bios midiático. Semiótica. Porto Alegre: FAMECOS/PUCRS, 2006.

SODRÉ, Muniz. Antropológica do Espelho. Petrópolis: Vozes, 2010.

WOLFE, Tom. Introdução. In: MCLUHAN, Marshall. McLuhnan por McLuhan. Rio de Janeiro: Ediouro, 2005.

Publicado
2016-03-21
Como Citar
Gomes, P. G. (2016). Midiatização: um conceito, múltiplas vozes. Revista FAMECOS, 23(2), ID22253. https://doi.org/10.15448/1980-3729.2016.2.22253
Seção
Ciências da Comunicação